terça-feira, 3 de janeiro de 2012

NOVO MEDICAMENTO PARA ENDOMETRIOSE - EM FASE DE TESTES

Olá, queridas amigas, amigos e parceiros do nosso grupo!


Vamos começar o ano com uma postagem que nos traz esperanças no tratamento da Endometriose.


Trata-se de uma medicação, chamada Proellex, que vem sendo testada nos EUA para tratamento de Miomas Uterinos e Endometriose.


Uma notícia publicada no início deste mês pelo jornal online MarketWatch, informa que a indústria farmacêutica americana Repros Therapeutics Inc completou a segunda fase de um estudo feito com o Proellex, trazendo bons resultados no que diz respeito à redução dos Miomas Uterinos, bem como à redução das dores causadas pela Endometriose e também a suspensão da menstruação.


O Proellex, cujo princípio ativo é a Telapristone, é um medicamento oral, pertencente a uma classe relativamente nova de drogas conhecida como "moduladores seletivos de receptor de progesterona (SPRMs)". Sua função é bloquear os receptores do hormônio progesterona, impedindo assim a ovulação e consequentemente a menstruação.


De acordo com um co-autor do estudo, o pesquisador Dr. Andre Van As, o "Proellex é muito eficaz no alívio da dor associada à endometriose, uma condição que afeta milhões de mulheres nos Estados Unidos".


Inicialmente, os testes com esta droga trouxeram muitas preocupações, pois as dosagens elevadas mostraram ser prejudicais ao Fígado, podendo levar à uma toxicidade hepática, uma grave condição que obrigou a empresa a suspender temporariamente a pesquisa.


Porém, administrando doses menores, verificou-se que a droga era segura e apresentava os efeitos desejados.

A pesquisa atual mostra que após quatro meses de tratamento com Proellex, as mulheres com Endometriose que apresentavam cólicas fortes e incapacitantes durante o período menstrual, mostraram significativa melhora no quadro de dor, suspendendo, inclusive, a necessidade do uso de analgésicos e derivados da morfina.



Isto se explica pelo fato desta droga fazer a menstruação cessar na maioria das mulheres. Além disto, Proellex também diminuiu significativamente os sintomas associados com a dor pélvica fora do período menstrual e a dor durante a relação sexual (dispaurenia), o que sugere que este novo medicamento pode ter um "efeito modificador da doença", como diz o Dr. Van As. 


A conclusão desta segunda fase da pesquisa foi promissora no que diz respeito à segurança ao efeito colateral produzido anteriormente ao Fígado, ou seja, em doses mais baixas, o efeito esperado é alcançado, sem causar danos a este órgão.


A pesquisa também demonstrou que quando interrompido o uso do Proellex, após 10 meses de tratamento, a menstruação retornou num prazo máximo de aproximadamente 35 dias em todos os grupos de mulheres do estudo (tanto as que tinham Endometriose ou Miomas, quanto as que não tinham).


No caso das pacientes com Miomas, a administração do Proellex, reduziu os episódios de sangramentos excessivos e também o tamanho dos Miomas.


Vale lembrar que a droga não promete a cura da Endometriose, nem dos Miomas, mas mostra-se muito eficaz na suspensão da menstruação e controle da dor, tão importantes para quem tem estas patologias.


A pesquisa ainda não terminou e precisa determinar fatores importantes como efeitos colaterais e o período pelo qual a droga age, mesmo depois de sua interrupção. Além disto, precisa passar pela avaliação da FDA (Food and Drug Administration) para dar início à nova fase da pesquisa.


Vamos torcer para que os estudos sejam promissores e demonstrem bons resultados. Se isto acontecer, esperamos que chegue em breve no Brasil e que tenha um preço acessível para todas as mulheres!




Estas notícias nos animam sempre! Vamos continuar nossa luta pela Endometriose! Fiquem ligadas em nosso blog e também nas nossas páginas no Facebook. Este ano traremos muitas novidades!


Um abraço e até a próxima!
Luciana Diamante
Fontes Pesquisadas:
http://www.marketwatch.com/
http://reprosrx.com/

8 comentários:

  1. Bom dia meninas!!
    Que noticia otima, para este começo de ano hein?!!

    Tomora que de tudo certo e que este medicamento chegue ao Brasil e nos ajude muittoo.

    Estarei torcendo!! Na verdade acho q todas nós né?..rs

    Beijos e um grande abraço

    ResponderExcluir
  2. Bom dia,
    Acabo de conhece o blog e me sinto um pouco tranquila em ver que posso compartilhar essa doença com mais mulheres.
    Descubri que estou com endometriose faz somente 3 meses, mas venho com as dores a mais de 1 ano, porém como vivo fora do Brasil pra mim tudo se torna mais delicado, pois você não tem um médico de confiança e mto menos apoio.
    Tenho várias duvidas sobre a doença e como proceder para um tratamento ou até mesmo para a cirurgia, como sugeriu meu medico do Brasil, mas não consegui juntar muitas informações sobre isso.
    Espero ter mais sorte por aqui e assim não sentirme tão sozinha.
    Beijos e abraços!

    ResponderExcluir
  3. Isso é uma otima noticia!!! Pois sofro muuuuuito com fortes dores mesmo fora do periodo mestrual...hoje por exemplo to que nao consigo nem sentar de tanta dor pelvica...minha barriga fica dura e inchada...

    ResponderExcluir
  4. Olá, meninas! Vamos sim aguardar que este medicamento tenha bons resultados no tratamento da endometriose! Seria maravilhoso! bjsss

    ResponderExcluir
  5. Ana Claudia,

    Qual país vc mora? Sei que existem vários grupos de apoio às portadoras de endometriose em vários países. Procure saber se existe algo assim no local aonde vc mora, pois podem te ajudar!

    Espero que consiga! bjsss

    ResponderExcluir
  6. Dr. Welington Balla25 de janeiro de 2012 15:27

    Acredito que novas drogas como esta, TELAPRISTONE,vão nos ajudar a controlar os quadros de dor e na preparação para as cirurgias complexas de endometriose profunda com comprometimento que pode ser o mais variável possivel.
    Dr.Welington Balla
    http://www.blogger.com/profile/04302258173284863309

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que a medicina está sempre em evolução. Fiz a video em dezembro, tomei Gestinol28 por 4 meses e finalmente fiquei menstruada. Mas chegou o período de ovulação e não sinto os sintomas que eu tinha antes neste período. Isto é normal ? Será que demora para ovular depois deste tratamento ?

      Minha consulta com o médico é só em junho. Alguém sabe me responder?

      Bjos
      LEtícia

      Excluir
  7. Ai que ótimo meninas!!! não vejo a hora deste medicamento começar a vender aqui no Brasil
    Vamos torcer!!! bjus

    ResponderExcluir