BEM-VINDA AO BLOG DO GAPENDI!

Endometriose: SabendEndo e ApredendEndo a Conviver!

segunda-feira, 6 de dezembro de 2010

CONHECENDO O ENDOMETRIOMA DE OVÁRIO OU "CISTO DE CHOCOLATE"


Finalmente vamos falar sobre um cisto muito comum entre as endometrióticas e talvez o "mais temido" por todas nós: o Endometrioma de Ovário.

O endometrioma é um tipo de cisto que se forma no ovário de quem tem endometriose. E recebe um apelido não muito feliz: Cisto de Chocolate. Digo que não é feliz, porque o endometrioma está muito longe de ser tão bom e saboroso como um chocolate! Mas, o apelido tem motivo!

Para compreendermos melhor, vamos falar um pouco sobre os diferentes tipos de "Cistos de Ovário":


- O que é um Cisto de Ovário?

Um cisto no ovário é qualquer acúmulo de líquidos envolvidos por uma parede fina dentro de um ovário. Qualquer folículo ovariano que seja maior ou igual a 2 centímetros é considerado um cisto. Ele pode ser pequeno como uma ervilha ou tão grande quanto uma laranja.


Geralmente encontram-se três tipos de cistos ovarianos (estes são os mais comuns, porém existem outros tipos também):


*Folicular ou Cistos Ovarianos Funcionais;
*Cistos de Corpo Lúteo;
*Endometrioma ou "Cistos de Chocolate"


- O que é um Cisto Folicular ou Funcional?

 Este tipo de cisto é comum e benigno e surge em resposta a um ciclo menstrual normal. Cada vez que um óvulo é produzido pelo ovário se forma um pequeno cisto. Este cisto se rompe para liberar o óvulo durante o processo de ovulação. Algumas vezes pode não se romper e, então, começa a crescer dentro do ovário. Eles não crescem muito e geralmente acabam encolhendo após o período da ovulação, não sendo necessária uma cirurgia para retirá-los. Algumas mulheres podem sentir dores pélvicas quando este cisto se rompe (na ovulação) podendo durar de 24 a 48 horas. A dor é devida a uma pequena quantidade de sangramento que sai no momento do rompimento e é irritante para a cavidade abdominal. Se o sangramento persiste ou é excessivo, indica-se a cirurgia, do contrário a conduta é aguardar de 3 a 6 semanas até o desaparecimento do cisto.


- O que é um Cisto de Corpo Lúteo?

São muito menos comuns do que os cistos foliculares. Os cistos de corpo lúteo se desenvolvem após a liberação do óvulo pelo ovário. Quando a ruptura acontece, o folículo que permanece no ovário transforma-se em uma pequena glândula temporária que produz hormônios importantes para o início da gravidez. Esta glândula é conhecida como Corpo Amarelo ou Corpo Lúteo. Se a gravidez não ocorre, geralmente o corpo lúteo desaparece. Mas, se ele se encher de fluidos e atingir um tamanho maior que 3 cm, passa a ser chamado de "Cisto de Corpo Lúteo". Ele pode causar dores no baixo ventre e ao toque vaginal, e quando se rompe pode provocar um quadro de abdomem agudo, frequentemente confundido com apendicite aguda. A ruptura deste cisto pode acontecer durante o ato sexual ou após o período menstrual, quando se encontra maior. Em alguns casos é necessária a cirurgia para removê-los.


ENDOMETRIOMA OU "CISTOS DE CHOCOLATE"

- O que são?

O Endometrioma de ovário é consequência da Endometriose Ovariana. Ele se forma a partir de pequenas células do endométrio que se desprendem do útero e se fixam no ovário, formando pequenos cistos na parede externa do ovário. Estes cistos respondem ao estímulo hormonal durante o ciclo menstrual e crescem produzindo vários pequenos cistos que podem ocupar e até mesmo substituir o tecido ovariano normal. Estes endometriomas são preenchidos por um líquido semelhante a chocolate derretido, razão pela qual são conhecidos como "Cistos de Chocolate". Quando este cisto se rompe, o seu conteúdo se espalha pela pelve e na superfície do útero, bexiga e intestino podendo causar aderências entre estes órgãos e no espaço entre eles, além de forte dor pélvica.

- Qual a relação entre os endometriomas e a infertilidade?

Os endometriomas parecem não afetar a qualidade do óvulo, mas podem interferir com o desenvolvimento folicular e a ovulação. E isto ocorre principalmente por causa das aderências que os endometriomas causam, "grudando" os órgãos entre si e dificultando a captura do óvulo pelas trompas.

- Quais são os sintomas?

Se estes cistos permanecem menor que 3 cm podem não apresentar nenhum sintoma. Entretanto, os cistos maiores causam sintomas comuns, tais como dores pélvicas que podem ser unilateral ou bilateral. Assim como na endometriose, estas dores podem variar ao longo do ciclo menstrual, apresentando-se mais fortes em períodos como a ovulação ou durante a menstruação. Além disto, se também estiver presente aderências e implantes da endometriose em outras partes, a dor pode ser debilitante.

- Como são diagnosticados?

Assim como qualquer doença, a história clínica da paciente é muito importante para o diagnóstico de endometrioma de ovário. Se for uma paciente com uma história conhecida de endometriose e apresentar um cisto de ovário numa ultrassonografia pélvica, é quase certo que se trata de um endometrioma. Alguns exames podem ser feitos, tais como:

*Exame Físico -  o médico pode apalpar a região e perceber uma "massa" ovariana. Porem, isto só é possível, quando o cisto já está grande.

*Exame de Sangue - A dosagem de um marcador chamado CA 125 contribui para o diagnóstico de Endometrioma Ovariano, assim como de Endometriose. Porém, uma vez que este exame também é usado para detectar o câncer de ovário, é preciso ter cuidado quanto à forma como o teste é interpretado. Geralmente recomenda-se que seja feito nos três primeiros dias da menstruação.

*Exame de Imagem - O ultrassom transvaginal e abdominal são os testes mais comuns utilizados para o diagnóstico de endometriomas. O transvaginal tem a vantagem de fornecer informações adicionais sobre a composição interna da massa ovariana. A precisão no diagnóstico de endometriomas depende muito da experiência do examinador. Geralmente estes cistos se apresentam com uma consistência sólida. Isto é devido ao material parecido com "chocolate derretido" dentro de sua estrutura.

- Como são tratados?

Em primeiro lugar, o mais importante é confirmar o diagnóstico de endometrioma e descartar a possibilidade de câncer ovariano. Geralmente, o risco de malignização de um endometrioma é baixo. As opções de tratamento incluem:

*Conduta expectante;

*Terapia medicamentosa - geralmente recomenda-se os análogos do GnRH, como Zoladex.

*Cirurgia/Videolaparoscopia - onde o médico removerá todo o conteúdo de chocolate do cisto e fará a excisão dos endometriomas. Depois reconstruirá o ovário, preservando a fertilidade.




IMPORTANTE:

Se você sente dores abaixo do umbigo (unilateral ou bilateral) que pioram com a ovulação e com a menstruação, está na hora de procurar um médico especialista em endometriose para saber se possui um cisto de ovário, do tipo "endometrioma".

419 comentários:

  1. Eu descobri a endometriose depois do meu primeiro filho. Eu estava com o endometrioma nos dois ovários e o ovário direito teve que ser retirado na segunda videolaparoscopia. Por causa do endometrioma, tanto o ovário esquerdo como as trompas estavam praticamente grudados por causa da aderência.
    Mesmo com um ovário, consegui engravidar logo em seguida do meu segundo filho.
    Na primeira vídeo fiquei em tratamento com Zoladex por três meses e na segunda vídeo fiquei em tratamento com Lupron Dupot por mais três meses (tudo isso aconteceu no período de um ano e meio).
    Apesar de tudo, considero-me uma pessoa com sorte por não ter ficado estérea.
    Há seis anos faço uso do Mirena e não tenho menstruação. Mesmo assim, não acho que eu estou livre da doença.
    Acredito que está sobre controle, mas algumas vezes sinto dores pélvicas do lado esquerdo e minha barriga fica muito inchada.
    É isso...

    ResponderExcluir
  2. Amiga! Obrigada por seu comentário! Realmente, considere-se uma mulher não só de sorte, mas abençoada! Conseguir ter engravidado duas vezes, mesmo com a endo, e perdendo um ovário, é realmente uma bênção! Nos serve de incentivo e esperança!! Mas, vc está absolutamente certa! Fique sempre de olho, faça exames de 6 em 6 meses para continuar tendo controle da doença! bjssss

    ResponderExcluir
  3. Amigas, descobri que tenho endometriose e procuro um médico especialista em SP capital que atenda o convênio UNIMED. Por favor me passem alguns contatos de especialistas nesta doença. Obrigada, precisarei de ajuda de todas.... abs Eliana

    ResponderExcluir
  4. Eliana, vou te passar o contato do médico que apóia nosso grupo e nosso blog. Ele atende o convênio da Unimed:

    Dr. Edvaldo Cavalcante
    Av. Indianopolis, 3214 - Indianópolis - (11) 2276-0069 / 2578-5620

    Pode dizer que você veio indicada do grupo "EndoAmigas de São Paulo".

    Beijossss

    ResponderExcluir
  5. FIz um ultrassonografia transvaginal e descobri que estou com 2 cisto um no ovário D outro no E, e apresentam caracteristicas sonicas de endometriomas. Estou em desespero pq desejo muito engravidar. Me ajudem...

    Maria

    ResponderExcluir
  6. Oi, Maria!

    Fique calma! O fato de aparecer possíveis endometriomas em seus ovários não quer dizer que vc não possa engravidar. Porém, é preciso tratá-los. Em primeiro lugar, tenha certeza de que está sendo atendida por um especialista em endometriose (caso resida em São Paulo e precise de indicação, pode se consultar com o Dr. Edvaldo Cavalcante, que é parceiro do nosso blog). Leve seus exames ao médico e estude com ele qual o melhor tratamento, sendo que você tem o desejo de engravidar. Pode ser que ele peça novos exames, passe alguma medicação ou indique a cirurgia. Seja como for, saiba que muitas meninas com endometriose ovariana e que se tratam, conseguem sim engravidar! Tenho certeza de que será assim com vc tb! Se precisar de qualquer ajuda ou informação, pode contar conosco! Bjsss

    ResponderExcluir
  7. Em setembro de 2010, tive a confirmação q tinha a endo, mas sinceramente nunca tinha ouvido falar, então comecei a pesquisar e as notícias q tive ora não tão grave, ora era assustadora. Bom tenho feito tratamento, mudei de médico por duas vezes, prq não me sentia muito segura e embora o médico atual seja um excelente médico, sinto-me muito insegura, desde a primeira vez q fui lá ele fala em retirar o útero...tenho 45 anos, casada, 2 dois filhos, mas nunca pensei em fazer uma cirurgia dessas. Tenho dito hemorragias e isso me preocupa e me incomoda muito. A endometriose provoca hemorragia??? gostei muito desse blog...bjos Sílvia

    ResponderExcluir
  8. Olá, Sílvia! Que bom que gostou do nosso blog. Realmente a questão de se realizar uma histerectomia (retirada do útero) em casos de endometriose é bastante controversa. Sabe-se que por ser a endometriose uma doença que está presente fora do útero, ou seja, são células do endométrio que se grudam em órgãos como ovário, trompa, intestino, bexiga, etc... a simples retirada do útero não resolveria o problema, pois a endometriose progride de acordo com a produção do estrogênio feito pelos ovários. Assim, mesmo sem o útero, todos os meses, durante seu ciclo menstrual, ao produzir estrogênio, os implantes de endométrio, localizados fora do útero, iriam sangrar dentro da sua barriga, causando muitas dores e inflamações. Desta forma, costuma-se dizer que retirar o útero não é solução para a endometriose. O ideal seria retirar útero e ovários, provocando uma menopausa precoce, o que poderia causar outros transtornos. Então, muitos médicos optam por realizar uma cirurgia conservadora, aonde retiram ou cauterizam boa parte dos focos da doença e depois tratam a paciente com medicações que suspendem o trabalho dos ovários, impedindo a circulação do estrogênio. Entretanto, verifica-se que algumas mulheres, especialmente as que já tiveram filhos, podem ter também um tipo de endometriose que se encontra dentro do útero. É a chamada "Adenomiose". A Adenomiose pode fazer seu útero crescer e causar constantes hemorragias. No entanto, o diagnóstico da adenomiose é difícil, e até hj o diagnóstico de certeza desta patologia só é feito após a retirada do útero da paciente. Outra causa de hemorragia é por desequilíbrio hormonal, ou pelo uso de pílulas anticoncepcionais, daí teríamos o famoso "escape", que é semelhante a uma menstruação. O ideal é que vc esteja com um médico em que confie plenamente e caso tenha dúvidas, principalmente sobre a retirada do útero, a melhor coisa a fazer é buscar uma segunda opinião! Se estiver em São Paulo, fique à vontade para se consultar com o médico que é parceiro de nosso blog: Dr. Edvaldo Cavalcante. Os telefones para contato são: (11) 5041.0473 - 5044.2821 Beijos!!

    ResponderExcluir
  9. bom dia tenho endometriose profunda
    estou assustada pois preciso fazer a cirurgia
    e as informacoes que tenho e q esse tipo de cirurgia os medicos naum faz pelo plano so particular o dr edvaldo faz pelo plano?
    meu nome e bete
    beth@consistel.com.br

    ResponderExcluir
  10. Oi, Beth! Infelizmente este é um problema muito comum aqui em São Paulo (e em outras cidades tb). Todas as meninas que apresentam endometriose profunda com comprometimento de órgãos como intestino e/ou bexiga, acabam tendo que se submeter a uma cirurgia muito mais delicada e mais especializada, com a presença não somente do ginecologista, mas tb do proctologista ou urologista. A instrumentação utilizada nesta cirurgia é toda descartável e por isto é cara, bem cara. Os médicos que são capazes de realizar tal cirurgia são extremamente treinados, levaram muitos anos estudando, e são poucos os capacitados. Com tudo isto, os planos não remuneram de maneira adequada esta cirurgia, e por isto, os médicos ou acabam fazendo no particular, ou acabam tendo que cobrar o honorário da equipe médica que nem sempre faz parte do plano. O Dr. Edvaldo faz a cirurgia pelo plano (se ele for credenciado do seu plano, claro), no entanto, a equipe dele é de médicos particulares, e por isto pode haver uma cobrança adicional. O ideal é ir falar diretamente com ele e expor sua situação, tenho certeza de que ele terá uma boa solução! Beijinhossss

    ResponderExcluir
  11. A endo provoca hemorragia??? o que élaparoscopia??? li muito sobre essa cirurgia nos depoimentos, fiz curetagem é a msm coisa? obrigada pela atenção...bjos Sílvia

    ResponderExcluir
  12. Então Sílvia, é preciso visitar um médico ginecologista, pois a hemorragia uterina pode ser causada por miomas uterinos, adenomiose (um tipo de endometriose dentro do útero), descontrole hormonal, entre outros motivos.

    A endometriose, em si, não é a causa mais comum da hemorragia uterina.

    A endometriose pode provocar pequenos sangramentos internos, que ficam retidos na sua pelve.

    O uso de anticoncepcionais para tratamento da endometriose também pode causar hemorragias, do tipo "spotting", ou "escapes" menstruais.

    A laparoscopia ou videolaparoscopia é uma técnica cirúrgica minimamente invasiva que utiliza pequenas incisões (de 5 a 10 mm) no abdômen, por onde se introduz o laparoscópio que é na verdade uma lente de aumento que permite ao médico examinar com cuidado todas as estruturas pélvicas à procura de focos e implantes de Endometriose. Este procedimento é obrigatoriamente realizado em Centro Cirúrgico e é feito sob Anestesia Geral. O profissional precisa ser experiente, ter profundo conhecimento da pelve feminina e saber identificar e tratar os diferentes tipos de lesões de Endometriose.

    A curetagem é um procedimento totalmente diferente da laparoscopia!

    Beijossss

    ResponderExcluir
  13. Tenho uma dúvida;
    Gostaria de saber se a risco de morte parando com o tratamento, tenho um endometrioma no ovário esquerdo e não aguento mais tomar remédios, ele não para de crescer e faz um ano que os médicos só me dizem:
    - Continue o tratamento e daqui a dois meses faça um novo ultra para vermos no que dá... Resultado, ele continua crescendo.
    Sinceramente; não vou permitir que ninguém me castre e a essa altura eu prefiro morrer, então não se importe em me falar a verdade, talvez me sinta mais aliviada, ao menos assim saberei no que vai dar.
    Salvador- BA

    ResponderExcluir
  14. Olá, amiga de Salvador-BA! Sei bem como se sente frente ao tratamento que não está dando certo. E também te entendo quando diz que quer parar de se tratar. Este sentimento de impotência frente à endometriose é mesmo devastador e vai nos cansando a alma, acho que até mais que o corpo. Mas, fique calma. A endometriose é uma doença cuja palavra "paciência" deveria vir sempre junto. Pois trata-se de um mal sem cura que NÃO pode ficar sem tratamento. E o que pode acontecer se não houver tratamento? Na verdade, por se tratar de uma doença progressiva, ela só tende a piorar. Mas, de acordo com as pesquisas, a endometriose não é um câncer e não vai te matar. Não há indícios sobre isto. Entretanto, a falta de tratamento pode ser prejudicial à vida da mulher, por causa das dores incapacitantes que a endometriose causa a cada ciclo sem tratamento. Prá te falar a verdade, acho difícil ficar sem tratamento, pois as dores ficam tão fortes, que a mulher acaba buscando ajuda! Então, uma boa sugestão para você é trocar de médico. Pois se vc tem um cisto endometriótico de ovário que só evolui e não responde bem ao tratamento medicamentoso, talvez a melhor opção seja a cirurgia. Mas, calma! A cirurgia neste caso não precisa ser mutiladora. Muitos médicos, experientes, conseguem retirar o endometrioma do ovário, preservando este órgão. Assim sendo, existe uma saída para você e a pior decisão seria parar o tratamento, pois quanto mais o tempo passa, mais comprometido vai ficando seu ovário e outros órgãos tb, e mais dores vc sentirá, impossibilitando-a de ter uma vida normal! Tente procurar algum outro especialista em sua cidade, se desejar, pode contar conosco para indicações! Beijosss

    ResponderExcluir
  15. ja do rio de janeiro
    descobrie que tenho endometriose a 8 meses e minha doutora agora em dezembro mandou eu tomar anticoncpcional direto até o dia da cirurgia. Gostaria de saber se isso faz mal e se engorda, pq não quero engorda. e se depois da cirugia se tenho que continuar com o tratamento ou que devo fazer.

    ResponderExcluir
  16. Olá, amiga carioca! A indicação de tomar AC sem pausa não faz mal e é muito recomendado às portadoras de endometriose. Ainda mais se vc está se preparando para a cirurgia, é bom que pare de menstruar até lá, pois isto tb ajudará a diminuir a inflamação causada pela endometriose. Quanto à engordar. Isto é muito relativo. Eu costumo dizer que o que engorda mesmo é comer demais e fazer exercícios de menos! Assim, se vc tem tendência a engordar, a melhor coisa, enquanto está fazendo uso contínuo do AC, é praticar exercícios físicos e ter boa alimentação, evitando todos aqueles alimentos que engordam e nos fazem mal! Se vc for disciplinada com isto, pode tomar o AC tranquila que vc não vai engordar! Espero que dê tudo certo em sua cirurgia! Beijosss

    ResponderExcluir
  17. Olá! tenho muitas duvidas....gostaria de ajuda.
    Eu tenho tbm tenho endometriose e gostaria de saber se quem tem endo sempre tem dor na relaçao sexual ou so algumas possuem essa dor? depende de onde a endo esta localizada? é uma dor incapacitante? e se sim tem como curar(evitar) essa dor?
    bjs

    ResponderExcluir
  18. Olá, Amiga! Bom, a dor na relação sexual é um sintoma muito comum na endometriose. Porém, realmente, nem todas as portadoras sentem este tipo de dor. Isto depende muito do grau da endometriose e da localização dos implantes/focos. Geralmente, a dor é sentida na penetração profunda, local onde pode estar localizado algum nódulo, e por isto, dói. Algumas meninas sentem dores em determinadas posições, como por exemplo, "de 4". Depende sempre de onde o pênis "toca", pois ali pode estar alguma inflamação da endometriose. Além disto, endometriomas de ovários também podem causar dores na penetração. Esta é uma dor muito incômoda e pode prejudicar o relacionamento sexual do casal. Existem maneiras de se tratar para que esta dor não exista mais. Geralmente, é necessário realizar exames de imagem para verificar se há focos profundos de endometriose envolvendo a região entre a vagina e o reto, por exemplo. Por vezes, é necessário realizar uma videolaparoscopia. Sugiro que procure seu médico para maiores esclarecimentos. A portadora de endometriose pode conviver sem dores, mas para isto precisa ser persistente e paciente com o tratamento! Beijo!

    ResponderExcluir
  19. OLÁ!BOA NOITE,EU TENHO 31 ANOS,E A UNS 4 ANOS VENHO SOFRENDO DORES.INDO AO MEDICO E ELES DIZENDO QUE É NORMAL,FICO MESTRUADA +DE 40 DIAS,SINTO DORES TERRÍVEIS,FICO BASTANTE NERVOSA,E FICO COM MUITA PENA DO MEU ESPOSO PQ ELE SOFRE JUNTO COMIGO,VCS ME ENTENDEM NE?NO DIA 19 DE JANEIRO TIVE UMA RECAÍDA,FUI PRA O MEDICO E FOI CONSTATADO Q EU ESTOU COM CÍSTO DE 60CN E VOU TER Q OPERAR,A MEDICA DISSE Q NEM VAI FAZER A LAPARASCOPIA,ELA VAI ME OPERAR DE UMA VEZ PQ TA MUITO GRANDE,EU QUERIA MUITO A OPINIÃO DE VCS,O Q VCS ACHAM EU DEVO OU NÃO FAZER OUTROS EXAMES ANTES???

    ResponderExcluir
  20. Ola, tenho 19, e estou com corrimento a mais de um ano, queria saber se corrimento faz parte dos sintomas, estou dezesperada, pois vou me cazar, e nosso maior sonho é te um filho, nao to mais aguentando essa angustia , estou com um sisto no Ovário Direito ele é de 3 mm, meu médico falo que quer novos ultrassoens, pra pode acompanha pq ele suspeita de um endometrioma, se for mesmo endo, vou poder engravidar estou dezesperada não consigo mais nem dormir, me ajudem !!!!

    ResponderExcluir
  21. Olá, amiga! O corrimento vaginal pode ter várias causas, sendo as mais comuns, doenças como: Vaginite, Candidíase, Trichomonas Vaginalis, HPV, entre outras. Às vezes ele pode ser apenas fisiológico. Para determinar a causa, é preciso realizar exames específicos solicitados pelo seu médico e assim proceder ao melhor tratamento. Geralmente, o corrimento em si, não sugere presença de endometriose. No entanto, um cisto de ovário que se assemelha a um endometrioma, pode ser uma preocupação e deve sim ser acompanhado de perto. Mas, fique tranquila. Você está no caminho certo, indo ao médico, realizando exames e se preocupando. Se for um endometrioma, saiba que existe tratamento e, inclusive, dependendo do caso, há chances de gravidez natural! Beijosss

    ResponderExcluir
  22. Olá!!
    Gostaria de saber se ato sexual pode provocar a ruptua de um endometrioma de um ovario, mesmo se o cisto for grande!!
    Outra questão, se houver a ruptura deste cisto, quais as consequencias para a mulher?

    Desde já agradeço!
    bjs!!

    ResponderExcluir
  23. Oi, amiga! Bom, a literatura diz que alguns tipos de cistos podem se romper com atividades extenuantes. Acredito que o ato sexual entra neste tipo de atividade! Quando um cisto de endometriose se rompe, seu conteúdo pode se espalhar pelos órgãos pélvicos, causando inflamação, dores fortes e algumas vezes necessitando de atendimento médico imediato. bjsss

    ResponderExcluir
  24. vcs comentaram aí em cima, que algumas mulheres podem ou não sentir desconforto durante a relação sexual, quando possuem este cisto.. Portanto, conclui que se elas fazem, não há risco de romper, ou ao menos, esse risco seria bem pequeno!!

    Não consigo entender como poderia romper o cisto, visto que ele está no ovário e consequentemente não entra em contato direto com o orgão masculino!! se fosse possivel, gostaria de algum esclarecimento a respeito!!
    Dessa forma, vcs desaconselhariam??

    Mais uma vez, muitissimo obrigada!!!
    Parabéns pelo Blog!!

    ResponderExcluir
  25. Amiga, acredito que somente um médico poderá avaliar se o cisto corre o risco de se romper. A relação sexual é comparada a um exercício físico moderado e o ato em si e a movimentação do corpo, poderia causar um rompimento do cisto no ovário. Mas, isto depende de muitos fatores, e como eu disse, somente o médico pode avaliar se vc tem o risco disto acontecer, ok? Seria importante realizar exames e seguir as recomendações do médico! Beijosss

    ResponderExcluir
  26. Olá, descobri a cerca de 6 meses que tenho endometriose profunda e junto descobri estar com Tireoidite de Hashimoto. Irei fazer uma video em abril, pois a médica disse que a endo esta muito "grudada" no intestino. Sinto muita dor na relação, dor pélvica e etc.. A minha grande dúvida é se após a cirurgia irei continuar sentindo dores na relação sexual e se antes da cirurgia há algum meio de evita-la. Isso vem me deixado muito triste, pois nao consigo ter uma vida sexual normal. Obrigada...

    ResponderExcluir
  27. Olá, Isabelle! Realmente, a endometriose pode causar dores nas relações sexuais. Isto depende muito de onde se encontram seus nódulos ou focos da doença. Algumas vezes a única maneira de solucionar o problema é mesmo através da cirurgia. Durante a cirurgia, a médica irá retirar estes nódulos e possivelmente vc não sentirá mais dores nas relações. Porém, é preciso seguir o tratamento médico direitinho. O ideal é suspender a menstruação, a menos que esteja planejando engravidar. Agora, antes da cirurgia, você pode tentar descobrir se existem posições sexuais das quais você não sente dores. Geralmente, as meninas que tem dores na relação por causa da endometriose, costumam relatar que as posições sexuais onde a penetração é mais profunda doem mais que outras posições. Converse com seu parceiro, explique para ele sua situação, e vejam se juntos conseguem descobrir maneiras de terem relação sem que você sinta dores. Também é bom investigar se a endometriose é a única causa para estas suas dores, pois existem outros inúmeros fatores que causam este sintoma. Beijo!

    ResponderExcluir
  28. Olá amigas!
    Sou Silvana, estou indo para a 3ª injeção de Zoladex 3,6mg. Senti necessidade de falar pois eu li muitos comentários ruins sobre tal medicamento. Bem, quando tomei a primeira injeção ainda menstruei por uns 10 ou 13 dias...rs ainda senti cólicas. Já na segunda aplicação já não menstruei mais, graças a Deus as cólicas acabaram e então vem os calorões que de todos os sintomas é o que mais incomoda, mas nada que uma ventiladorzinho não resolva...rs
    Eu estou muito feliz e confiante no meu tratamento, afinal de contas estava com uma pequena encrenca, na ultra deu aprox. 8 miomas e endo no ovário direito, prolactina alta, pois é estava muito desesperada, pois quero muito ser mãe.
    Este blog excelente nos esclarece muitas dúvidas e nos dá ainda mais motivação para convivermos com esta terrível doença.
    E por falar em dúvida, a primeira injeção quando tomei não senti nenhuma dor na aplicação, a segunda doeu na hora e depois por uns 50 minutos, é normal doer?
    Todas mulheres diagnosticadas com endo tem que fazer videolaparoscopia e quanto a gravidez, será que consigo meu bebê sem FIV ou depois do meu tratamento é possível conseguir "normalmente"?
    E no mais um grande beijo a todas vcs, gostaria de morar mais perto para conhecê-las pessoalmente.
    Muita fé e esperança a todas nós!

    ResponderExcluir
  29. Olá, Silvana! Obrigada por partilhar conosco sua luta!!! Cada vez mais tenho a certeza de que somos "super mulheres"!!
    Quanto à aplicação do Zoladex, costuma ser muito dolorosa sim. Isto depende muito de quem está aplicando e se foi utilizado um anestésico antes ou não. Pode ser que na segunda aplicação vc tenha ficado mais tensa, ou então, a aplicação acabou sendo no mesmo lugar da primeira. Enfim... o importante é que o local da aplicação não endureça, nem apresente abscessos, nem nada diferente. Só mesmo o "roxinho", que é básico, afinal com o tamanho daquela agulha, é difícil não ficar "roxo", não é? Pergunte ao seu médico se vc não pode passar alguma pomadinha no local para aliviar a dor, afinal, é como se fosse uma "pancada" na barriga!!
    Sobre suas outras dúvidas, bom... nem todas as mulheres que são diagnosticadas com endometriose precisarão de cirurgia. Isto depende muito dos sintomas apresentados, da severidade da endometriose, bem como do desejo de engravidar. Geralmente, pacientes assintomáticas ou com endometriose leve (graus I e II) se beneficiam apenas do tratamento medicamentoso e acompanhamento clínico. No entanto, pacientes que apresentam endometriose profunda ou sintomatologia intensa (mesmo tendo endometriose leve), especialmente dores pélvicas e nas relações sexuais, frequentemente precisarão de cirurgia, pois possivelmente estão com muitas aderências e nódulos que não se resolvem somente com o uso da medicação. Além disto, pacientes que não conseguem engravidar por causa da endometriose, provavelmente precisarão da cirurgia. E emendando na sua dúvida... se depois de ter feito a cirurgia, para tratamento da endometriose, ficar constatado que suas trompas estão livres e em perfeito funcionamento, e que vc está livre de aderências e cistos nos ovários, as chances de gravidez natural existem, porém é preciso saber se seus hormônios estão em ordem, se vc está ovulando regularmente e, principalmente, se o seu marido não apresenta qualquer problema no espermograma! Geralmente, dá-se um prazo de 6 meses para que a paciente com endometriose (tratada) tente engravidar naturalmente. Se após este período, a gravidez não acontecer, vale a pena recorrer aos procedimentos de Fertilização Assistida, que aumentam muito as chances de sucesso!
    Agora, continue mantendo seu otimismo e confiança no tratamento, tente cuidar da ansiedade, do estresse e no mais entregue tudo a Deus. Logo, logo, vc estará com seu bebezinho no colo!
    Beijosssss

    ResponderExcluir
  30. Ola, minha mãe operou tirou o ovario, so que na hora da cirurgia, não deu pra tirar tudo o ovario pq umaparte dele esta grudada no intestino.....e agora que vai acontece ?

    ResponderExcluir
  31. Oi, Na! Em relação às aderências, muitas vezes não são possíveis de serem retiradas durante a cirurgia, porque o médico não estava preparado para "mexer" no intestino da paciente ou por algum outro motivo, como possíveis riscos cirúrgicos. Certamente, agora, o ginecologista a orientará e lhe dará um tratamento medicamentoso, com a finalidade de suspender a menstruação. Desta forma, pode ser possível controlar as dores e evitar novas aderências na pelve. Mas, ela sempre precisará acompanhar a doença, realizando exames a cada 6 meses, ou se os sintomas piorarem. Espero que dê tudo certo!
    Beijosss

    ResponderExcluir
  32. Boa noite meninas,

    Sou de SSa e descobri hoje que tenho endometriose ovariana bilateral.Vou ao médico dia 10/03. Tenho muita vontade de engravidar,será que tenho chances???

    Beijos

    ResponderExcluir
  33. Olá, amiga! Claro que tem! Se você estiver se consultando com um médico especialista na doença e seguir todas as recomendações direitinho, certamente vc terá chances de gravidez! Mas, lembre-se que existem outros fatores que podem impedir a gravidez e também devem ser investigados, como por exemplo, o espermograma do seu parceiro. Claro que a idade também pesa nesta hora! Mas, prá isto existem várias técnicas de Reprodução Assistida que nos dão altas chances de gravidez!!! Faça o tratamento direitinho e creia que tudo dará certo! Beijosss

    ResponderExcluir
  34. Olá, tenho 33 anos, e no mês passado descobri que tenho um Endometrioma no ovário direito de 4 cm., marquei a videolaparoscopia para 05 de Abril, estou muito nervosa. Nem tanto com a cirurgia, a minha maior preocupação é a gravidez, desejo muito ser mãe. Algume conhece algum caso parecido com o meu. Estou com muito medo... Bjs.

    ResponderExcluir
  35. Oi, Adriana! Temos várias meninas com endometriomas de ovário! É bastante comum. A indicação é mesmo a cirurgia! E sendo feita por um médico especialista, não tem porque se preocupar! Quanto à gravidez, existem muitas chances, especialmente se suas trompas estiverem desobstruídas, fato que poderá ser confirmado durante a cirurgia! Não esquece de pedir para seu marido realizar o espermograma também! Vai dar tudo certo!! Beijinhosss

    ResponderExcluir
  36. como faço para faser parte da endoamigas de são paulo quero ser uma de vcs afinal temos a mesma doença quero ajuda de vcs por favor tenho endometriose a e edemetrioma

    ResponderExcluir
  37. Olá meninas. Assistindo ao capítulo de segunda feira(07/03)Insensato Coração descobri o Blog de vocês e o fato da novela tratar da "endometriose",este foi o primeiro capítulo que vi.Eu hoje tenho 58 anos e aos 15 sentia fortes dores quando menstruava.Me lembro de ter ido para o hospital algumas vezes, tamanha era a dor,por isso minha mãe me levou a um médico no Hospital da Ordem Terceira aqui no Rio de Janeiro.Imaginem vocês,eu era virgem, não tinha ultrasonografia e o médico me fazia mil perguntas que eu não entendia nada.Três anos depois ele resolveu fazer a cirurgia como se fosse uma apendicite.Retirou o ovário direito todo e 3/4 do esquerdo.Tive alguns problemas com a anestesia(tiveram que dar mais quando descobriram que não era apendicite),fiquei em "coma"porém tudo ficou bem.Depois da cirurgia o médico disse que eu não teria filhos, mas eu tinha 18 anos estava entrando na faculdade e nem pensava nisso.Graças a Deus o médico apesar de não saber o que era até a cirurgia ele foi "iluminado" e retirou (acredito eu) toda a endometriose.Depois da cirurgia nunca mais senti dor e nunca fiz tratamento para a endometriose .Casei a primeira vez com 27 anos e engravidei duas vezes porém perdi (a primeira gravidez com 1 mes e a segunda 5 anos depois com 4 meses),me separei e casei pela segunda vez.Minha filha hoje tem 20 anos.Nunca fiz tratamento para engravidar e nunca mais senti dor por isso acho que fiquei curada.Na cesaria o médico disse que precisou fazer uma "arrumação" na minha "barriga" porque tinha muita aderência.Não engravidei mais.Meninas ,a medicina hoje conta com muitos recursos que eu não tive,não fiquem em momento algum desanimadas,tenham sempre fé em Deus.
    Um beijo para todas
    Izilda - Rio de Janeiro

    ResponderExcluir
  38. Olá, "Sarajoana"!! Vc já é uma de nós! Nossa comunidade é aberta a todas as pessoas que desejam conhecer e divulgar a endometriose. E temos um carinho especial em receber portadoras que precisam de apoio e também querem nos ajudar nesta difícil luta de tornar a endometriose uma doença com maior reconhecimento! Faça parte do nosso blog e também das nossas comunidades no Orkut: http://www.orkut.com.br/Main#Community?cmm=87243809 e também no Facebook: http://www.facebook.com/home.php#!/home.php?sk=group_172811946092470&ap=1
    Beijossss

    ResponderExcluir
  39. Olá, Izilda!!! Obrigada por compartilhar sua história conosco! Com certeza é uma força para todas nós, especialmente para as meninas que lutam contra a infertilidade!
    Beijossss

    ResponderExcluir
  40. Ola! Descobri um cisto no ovario direito em abril do ano passado, procurei minha ginecologista pois sentia dores em algumas posicoes na relacao sexual.Desde entao venho acompanhando o cisto e ele vinha crescendo , a principio ela descartou se tratar de um endometrioma pois nao tinha historico de endometriose .
    Em Fevereiro descobri que estou gravida e na minha primeira ulltrasonografia transvaginal o cisto havia diminuido o tamanho e a medica que fez o exame disse que pode ser um endometrioma. Corro algum risco durante a gravidez? Ou esse cisto desaparece se for um endometrioma ja que por estar gravida nao ovulo mais? como posso ter certeza de que se trata de um endometrioma? Se puderem me ajudar fico muito grata. Roberta.

    ResponderExcluir
  41. Oi, Roberta!! Parabéns pela gravidez! Sobre o endometrioma, no texto escrito pelo Dr. Edvaldo Cavalcante, em seu site: www.cpcg.com.br) diz o seguinte:

    "O que acontece se eu engravidar com endometrioma?

    Segundo estudo retrospectivo publicado na revista da Sociedade Americana de Medicina Reprodutiva em 2010 (Fertil Steril 2010; 94:78–84.), Os endometriomas podem percorrer 3 caminhos distintos durante a gestação:

    - Diminuir de tamanho em 52% casos,
    - Permanecer inalterado em 28 %,
    - Aumentar de tamanho em 5 %, evoluindo em decidualização , abscesso e ruptura."

    Assim, mesmo sem saber qual tipo de cisto vc tem, a melhor coisa é acompanhá-lo durante a gestação, para ver como ele se comporta. Na maioria dos casos, ele diminui. No mais, fique tranquila. A gravidez é uma proteção e até um tratamento para os focos de endometriose, se você os tiver. Portanto, cuide-se bem e curta muito este momento da gestação! Bjssss

    ResponderExcluir
  42. Ahhh! Muito obrigada! Ajudou bastante! Bjsss.

    ResponderExcluir
  43. oi descobri que tenho endometrioma no ovario direto a uma semana e fiquei muito triste!
    estou morrendo de medo me ajudem !!


    anita

    ResponderExcluir
  44. Oi, Anita! Imagino sua preocupação! Mas, saiba que há tratamento para o endometrioma de ovário, porém é importante estar sendo acompanhada por um ginecologista especialista em endometriose e seguir todas as recomendações! Se precisar de indicação médica é só falar conosco! Vai dar tudo certo! beijossss

    ResponderExcluir
  45. já fiz cirurgia para retirar um endometrioma no ovario esquerdo a 6 anos a trás a 3 fiz uma videolapascopia e não deu para ver nem ovários nem útero por causas das aderência, e os medicos disseram que só podia engravida por fertilização invitro...agora descobri que tenho outro cisto de endometrioma e dois miomas...o que faço?
    abraço!!!parabéns pelo blog

    ResponderExcluir
  46. Amiga... infelizmente os endometriomas de ovário tem alta recidiva mesmo após serem tratados em cirurgia. Você está menstruando ou está bloqueando a menstruação? É importante saber que mesmo após a cirurgia, se não houver um acompanhamento clínico e a mulher continuar menstruando, a endometriose pode "atacar" novamente. Além disto, é preciso verificar se a cirurgia feita realmente tratou todos os focos e nódulos da doença. Sugiro que retorne ao médico para ser orientada adequadamente. Com a endometriose, é preciso ser insistente e paciente!!! Espero que dê tudo certo! Agradecemos sua visita ao nosso blog! Seja sempre bem-vinda! Beijosss

    ResponderExcluir
  47. Amigas como é triste e dolorido passar por isso,depois de anos com dores insuportáveis,em 2006 retirei o útero por endometriose,quando pensei que estava tudo bem e que não passaria por isso mais,comecei a ter problemas com sangramentos,só que isso não poderia acontecer pois não tinha o útero mais,só que quando fiz a histero,não foi com um especialista,então ele deixoi o colo e um ovário,para munha surpresa em 2009 estava eu de novo numa mesa de cirurgia,como sofri de dores depois,o medico retirou só um liquido deixando o óvario,póis se passaram apenas 3 meses estava eu de novo com sangramento,depois de vários médicos ,vários exames e a espera na fila do SUS,em agosto de 2010 passaei por uma cirurgia de alto risco,para retirada do ovário o médico achava que eu teria que ficar usandoaquelas bolsas no intestino,graças a DEUS não precisou,só que estou com muitas dores ainda e ele disse qua agora vai ser assim tenho muito medo de ainda não ter tirado tudo que precisava,vou começar a usar o medicamento Angelic pois entrei na menopausa por falta dos óvarios com 37 anos,é uma situação muito dificil,e o pior de tudo é o medo,esse apavora.A e deposi dessa cirurgia que foi muito grande não sou mais a mesma até as tarefas de casa tenho dificuldade de realizar,sinto mal estar direto fraquesas,e muita cólica ainda.
    Abraços e parabéns pelo blog assim temos onde ter pessoas que nos entendam . (Jô)

    ResponderExcluir
  48. Jô! Minha amiga! Cada vez que leio comentários como o seu fico muito triste! Temos uma doença realmente séria e grave. É urgente a necessidade do nosso Governo começar a dar maior atenção, apoio e tratamento adequado para todas as portadoras de endometriose. Obrigada por compartilhar sua história conosco. Você é uma guerreira, sem dúvida alguma! Espero que agora vc não venha mais a ter dores e problemas com endo e consiga ter ótima qualidade de vida!!! Beijão!

    ResponderExcluir
  49. Olá amigas da Endo...Bom minha história começou a mais ou menos 6 meses atrás, qdo descobri que tenho a Endo...Sou casada a 4 anos e desde então tento engravidar, mas sempre foi em vão...Procurei vários médico e nunca diagnosticarão nada a esse respeito, foi aí que em outubro de 2010 fui em um médico particular, indicado por um amigo e através dele que descobri a Endo...Ele não era especialista no assunto, então me indicou a outro médico. Foi realizado vários exames entre eles e CA125, a Histerosalpingografia, etc, e aí o diagnóstico da Endometriose...No começo foi uma barra, pois nem tinha idéia do que seria isso, mas ao pesquisar fui conhecendo um pouco o problema e entendendo o pq de não conseguir engravidar, e aí a barra aumetou mais...
    Em janeiro de 2011 o médico sugeriu que eu fizesse a FIV (fertilização in vitro), em fevereiro 2011 fiz a mesma, mas infelizmente não obtive resultado positivo...Sabe isso mexeu demais comigo e com meu esposo, hj ainda não sei o que iremos fazer, se faremos a Fiv novamente, se parto para adoção, tanto um qto o outro é um processo muito complicado e doloroso, mas estou deixando nas mãos de Deus e o que tiver que ser será né...
    Desejo boa sorte a todas que passam pelo mesmo problema que eu, e digo para que nunca percam a esperança, pois sem ela aí que não vamos combater a Endo ok meninas...
    Bjus a todas.

    ResponderExcluir
  50. Oi, Tati! Não é fácil mesmo ser portadora desta doença! Sofremos com as dores e também com a infertilidade, o que nos deixa muito tristes. Mas, vc tem razão, não devemos nunca perder as esperanças. E devemos ser perseverantes e ter muita fé! Tanto para as tentativas de gravidez, quanto para a adoção. Obrigada por compartilhar conosco sua experiência com a endo! E fique firme, sempre! Beijossss

    ResponderExcluir
  51. tenho endometrioma depois que descobri estou com medo de ter relação!

    ResponderExcluir
  52. Olá!! Sou Andréia,sou casada ha 10 anos tenho 33 anos, nunca engravidei... Minha menstruação esta atrasada ha 2 meses, fui a gine, que pediu diversos exames,´no ultrassom constatou cisto de corpo lúteo hemorrágico, possivel endometrioma. O bhcg deu negativo...
    Vou voltar na gine semana que vem.
    Escrevo aqui apenas como desabafo, esta endometriose é uma desgraça...estou arrasada, acreditei que poderia estar grávida, apesar de nunca ter pensado nisto...agora além de não estar grávida, estou com uma enfermidade grave...correndo o risco de nunca mesmo ser mãe.

    Meu coração está partido ao meio...
    ao ler os depoimentos me sinto mais confortada, pois sei que outras mulheres me entendem pois infelizmente passam a mesma dor que eu, dor esta cruel...privar uma mulher de sua mais nobre missão é uma provação muito grande.
    Eu nunca pensei em ser mãe, mas conviver com a impossibilidade é outra coisa.

    companheiras, desejo sorte aquelas que acreditam, eu estou abatida e sem forças até mesmo pra acreditar.

    ResponderExcluir
  53. Oi, Andréia! Eu sei bem como vc se sente. E acredito que todas as mulheres aqui, que estão tentando lutar contra a endometriose, para conseguir engravidar, se solidarizam com seu relato! A infertilidade é , sem dúvida, uma das piores dores que enfrentamos. Apesar disto, não é impossível engravidar não. É preciso ter um bom acompanhamento médico, tratar deste cisto que apareceu e de outros possíveis focos da endometriose, para depois direcionar o tratamento para tentar engravidar...às vezes é preciso recorrer às técnicas de reprodução assistida, outras vezes, é possível engravidar naturalmente. O fato é que precisamos ser perseverantes e confiar em Deus! Beijão!!!

    ResponderExcluir
  54. Olá!Gostaria de um telefone e um nome para contato do EndoAmigas.

    Abraços, Tatiana

    ResponderExcluir
  55. Oi, Tatiana! A melhor forma de se comunicar conosco é através do e-mail ou msn. Vou te passar meus contatos, estou quase sempre "on-line" via msn e respondo sempre a todos os e-mails. Aí vai:

    MSN: lutg@hotmail.com

    e-mail: endoamigassp@ig.com.br

    Abraço!

    Luciana Diamante

    ResponderExcluir
  56. Bom dia a todas!
    Na manhã de ontem dia 25/03/2011 sofri uma intervenção cirúrgica para biópsia excisional de um nódulo umbilical.Sou uma paciente com pós operatório de abdominoplastia há 13 anos e, meu umbigo estenozou.Há 2 anos venho sofrendo com uma dor ardida na região do umbigo,porém,há 8 meses meu umbigo inchou e apresentou uma inflamação. Tratei essa inflamação com um cirurgião plástico que avaliou meu caso e pediu que eu observasse.Comecei a prestar atenção e percebi que o incômodo aumentava no período menstrual e não somente isso, mas, exteriorizou pelo umbigo um nódulo.Ontem foi realizado o procedimento cirúrgico para a exérese deste nódulo com o diagnóstico de provável endometrioma.Minha dúvida é se realmente possa ser um caso de endometrioma e,o fato de não ter passado por um médico especializado poderá gerar uma reincidência ou qualquer outro problema.O material retirado foi levado para análise, existe o risco de ser malígno? Obrigada pela atenção!

    ResponderExcluir
  57. Olá, Rosângela! Aguarde o resultado da análise, porém se for um endometrioma, vale a pena consultar-se com um médico ginecologista para realizar outros exames e saber se há mais focos de endometriose em outros órgãos. Se for um foco isolado, somente em seu umbigo, e tendo sido todo retirado, então, é provável que o problema tenha sido resolvido. Quanto à malignidade, os riscos de um endometrioma "virar" câncer são muito pequenos e improváveis. Espero que tudo dê certo!!! Beijosss

    ResponderExcluir
  58. Oi, meu nome é Raquel tenho trinta anos. Quando tinha 21 anos comecei a ter pequenos sangramentos fora a menstruação,ai fiz exames e deu um cisto no óvario esquerdo,daí não liguei ñ fiz nenhum tratamento,com 24 anos comecei menstruar sem parar ai tive q fazer uma cirúrgia na qual perdir o óvario,ai foi feito a biopsia e foi constatato que tinha endometriose,ai tentei fazer tratamentos com outros medicamentos,mais só gestinol 28 fez com que não mestruasse,parei de toma-lo por um ano e volto a parecer um cisto no óvario novamente fiz tratamento por seis meses com Zoladex,e sumiu tanto o cisto como uns pequenos miomas que tinha.Voltei a tomar gestinol novamente só que agora ele esta causando o crescimento do meu útero e óvario e isso causa dor queria saber se isso é normal ou se devo procurar um médico?.Gostaria de tentar ter filho mais sou solteira.Já estou depressiva por tudo isso o que faço? Obrigada.

    ResponderExcluir
  59. Oi, Clara! Minha sugestão é que você volte a procurar um médico. De preferência, um que seja especialista em endometriose. É bom refazer seus exames, para saber como vc está! Também vale a pena tratar a depressão, às vezes, é bom procurar terapias alternativas, como acupuntura, ioga, pilates e até mesmo psicoterapia. Isto ajuda a enfrentar a doença! Quanto à gravidez, não se preocupe. Se vc estiver com acompanhamento da endometriose e fizer o tratamento direitinho, quando for a hora de ter seu baby, terá chances de consegui-lo, viu? Fique confiante e positiva!!! Beijossss

    ResponderExcluir
  60. Olá bom dia,
    Meu nome é Patrícia, tenho 20 anos.
    Tem uns três meses que após a menstruação estou sentindo dores como se fosse nos ovários e cólicas fortes durante a menstruação, dor no abdômen e fica com se estivesse inchado, dor na bexiga e o meu intestino não está funcionando normalmente. Procurei um médico e contei a história, solicitou exames de urina e ultrasson pélvico. Fiz o ultrasson na terça dessa semana e o médico disse que estou com uma bolinha no ovário direito, ele me disse que parecia gravidez, mas eu disse que não poderia ser, pois tive relação sexual em Novembro ainda e que minha menstruação estava normal, então essa possibilidade foi descartada e disse que é um cisto e estou sentindo muitas dores no ovário direito. Ele falou que talvez desapareça com o tempo. Estou muito preocupada... Com muito medo do que possa acontecer... Aguardo uma resposta... Conto com a ajuda de vocês... Obrigada!

    ResponderExcluir
  61. Olá, Patrícia! Veja só: existem diferentes tipos de cistos ovarianos. Alguns desaparecem com o tempo, por serem "cistos funcionais", e outros necessitam tratamento. À princípio, quando o cisto é pequeno, os médicos optam por observá-los e acompanhá-los. No entanto, se você está sentindo dores, especialmente durante a menstruação e após, vale a pena fazer exames mais detalhados para saber se não se trata de um endometrioma. Espero que fique bem! Beijosss

    ResponderExcluir
  62. Olá aque é Patrícia,
    Obrigada pela informação...
    Vou procurar um acompanhamento mais detalhado...
    Abraços

    MEa aceita no msn te add...

    ResponderExcluir
  63. Patrícia! Envia de novo a solicitação, como eu não sabia quem era, acabei recusando!! Mas agora eu já sei!!!
    Bjsss
    Luciana

    ResponderExcluir
  64. Tenho 32 anos.Descobri que tenho endometriose .
    O meu ovario direito esta bem...Mas o meu ovário esquerdo esta com 190 cm...segundo a médica,está do tanho do meu útero . Estou com medo ! Poia quero muito ter filhos. Será que poderei? Gostaria de saber se o crescimento do meu ovario é por causa da endometriose.obrigada

    Vanuza Oliver

    ResponderExcluir
  65. Olá,

    Tenho 29 anos e descobri semana passada um cisto no ovário esquerdo com 2cm. Semana que vem tenho Ressonancia Magnética para analisar melhor todo contexto.

    Estou COM MUITO, mas COM MUITO MEDO de ser um endometrioma. Sou completamente aversa à medicamentos.

    Minha ginecologista me receitou QLaira e comecei a toma-lo hoje. Já estou com aversão ao tratamento. Meu desejo de ser MÃE é extremamente alto. Além do que, tenho muito medo de sofrer com todos esses tratamentos, remédios.. enfim.

    Agradeço ao Blog que me tirou algumas dúvidas, mas confesso que estou me sentindo super sozinha para compartilha tal notícia, até mesmo porque nunca tinha ouvido falar em Endometriose em toda minha vida.

    Abraços,

    Priscilla

    ResponderExcluir
  66. oi! tenho 22 anos fiz uma transvaginal e o diagnostico foi: imagem hipoecoica que mede 2,0cm, podendo corresponder a endometrioma ou cisto hemorragico. estou muito triste pois sou casada a tres anos e quero muito engravidar pode ocorrer o risco de nao engravidar?
    o que cisto hemorragico?
    me responde amiga por favor?
    abraços...
    vou te seguir. seu blog e muito bom.
    leily

    ResponderExcluir
  67. Olá meninas, fiquei muito contente em achar esse blog. Quando eu falo de endometriose todo mundo fica me olhando com cara de ué!!! E quando eu falo do que eu sofro acham que é frescura, exagero. Minha história é trágica, mas não vou falar dela porque acho que toda mulher que tem essa terrível doença sofre!
    Menstruei com 12 anos e já tive cólicas, mas não muito fortes. Quando completei 15 anos em 2005 fui diagnosticada com endometriose. O que mais temi e temo até hoje é não poder ser mãe, mas me informo muito sobre isso e sei que não é fácil mas é possível engravidar.Eu tenho endometrioma, meu ovário direito possui 16 cm cúbicos, quase o tamanho do meu útero. Sempre fiz tratamentos ineficazes e além da dor o que mais me dói é ter minha vida social perdida. Deixo de sair, trabalhar e estudar por causa das dores, é muito triste ser inútil aos 21 anos. Mas tenho esperança que vou melhorar e vou ter uma vida normal como minhas amigas. Vou sempre seguir o blog e dar informações às "novatas" porque 6 anos dessa doença me deixou muito experiente rs. Adorei o blog um beijo e força mulheres!!!!!

    ResponderExcluir
  68. Oi, Rafaela!! Obrigada por compartilhar sua história aqui no blog! Aqui é o cantinho de todas as portadoras! Vejo que vc descobriu a endometriose logo na adolescência! Acho importante seu relato justamente para chamar a atenção das meninas adolescentes que sentem cólicas incapacitantes. Elas precisam estar atentas a endometriose! A endometriose pode aparecer em qualquer período da fase reprodutiva da mulher, quer dizer, desde que ela menstrua, até chegar na menopausa. E uma preocupação cada vez mais crescente é o correto diagnóstico, especialmente em adolescentes! E não se preocupe, pois você vai engravidar sim, viu? Como vc já tem o diagnóstico e está tratando, quando chegar sua vez de engravidar, tenho certeza de que conseguirá, só não deixe para muito tarde!!! Aparece mais vezes aqui para ajudar outras meninas!!! Bjão!!!

    ResponderExcluir
  69. Olá, Leily! Desculpe-me a demora em te responder. Então, é comum aparecer cistos nos ovários e, no tamanho que está o seu, a melhor coisa é observar a evolução do mesmo. Se ele não desaparecer, pode se tratar de um endometrioma, mas se desaparecer, pode ter sido um cisto hemorrágico, que é funcional, e se chama assim, porque ocorre quando um vaso sanguíneo se rompe na parede do cisto. No caso da confirmação do endometrioma, é preciso estar acompanhada por um médico especialista em endometriose que saberá como tratá-la. Fique tranquila, porque há tratamento e maneiras para ficar grávida, ok? Espero tê-la ajudado! Bjsss

    ResponderExcluir
  70. Oi, Vanuza! Bom, no seu caso era bom consultar o médico para ver o que está causando o aumento do seu ovário. A endometriose pode afetar os ovários quando forma o endometrioma. Este, por sua vez, pode aumentar de tamanho, mês após mês, e fazer seu ovário ficar maior que o normal. Porém, é preciso uma avaliação correta de um profissional para descobrir a real causa deste aumento e poder tratá-lo adequadamente! Não deixe de se consultar com seu médico, ok? Bjssss

    ResponderExcluir
  71. Oi, Priscilla! Entedo perfeitamente como você se sente! A maioria das mulheres que recebem o diagnóstico de endometriose pela primeira vez, ficam confusas, pois nunca tinham ouvido falar desta doença. Então, este susto e também o medo faz parte. Porém, o importante agora é ter o diagnóstico correto e se informar o máximo possível sobre a endometriose, que é uma doença que tem tratamento e precisa ser seguido direitinho! Você também pode fazer parte do nosso grupo de amigas para partilhar suas dúvidas, pois todas nós também nos sentimos perdidas sobre com quem conversar este assunto. Nos procure no Orkut como "EndoAmigas de São Paulo" e também no Facebook!!! Beijos e muita força para vc!

    ResponderExcluir
  72. Olá, adorei esse blog.
    Estou desesperada, fui diagnosticada com endometrioma no ovário direito medindo 100,0cm3 e fui á 3 gineco. e um disse pra eu tomar anti-concepcional sem interromper e tomo assim há pelo menos um ano, fiz outra ultra e dessa vez o endometrioma regrediu bastante hj medindo 20,cm3 e fui a um dito especialista daqui de São Luís e ele me deixou arrasada,sair do consultório chorando pois ele disse q minhas chances de engravidar são mínimas e quase não existem e que pra mim só serve cirurgia e que ele não podeira nem dizer que o que tenho é realmente endometrioma só poderia afirmar depois da tal cirurgia. Estou muito aflita pois não tenho filhos e quero muito engravidar, tô pensando em ir a São Paulo, gostaria de saber se realmente posso estar estéril? Obrigada
    Helem.

    ResponderExcluir
  73. Olá, Helem! Seja bem vinda ao nosso blog! Então, de fato, em alguns casos de cistos no ovário, é necessário sim partir para a cirurgia, tanto para a retirada do cisto, quanto para a confirmação sobre o diagnóstico do mesmo. A cirurgia é um procedimento relativamente tranquilo. Se for operada por um médico experiente, ele conseguirá retirar o endometrioma (ou o cisto) e preservar seu ovário. Desta forma, existem sim chances de gravidez! O fato de ter um diagnóstico de endometriose ou endometrioma ovariano não quer dizer que você nunca poderá ser mãe. Muitas meninas, com endometriose avançada, após tratamento, conseguem engravidar, às vezes, até naturalmente. Portanto, não tenha medo da cirurgia, mas tenha certeza de que vc estará com um especialista que acima de tudo preservará sua fertilidade! Se precisar de uma indicação, procure a CPCG - Clínica Paulista de Cirurgia Ginecológica (Dr. Edvaldo Cavalcante). Ele é nosso parceiro e excelente especialista e cirurgião. Acesse o site: www.cpcg.com.br
    No mais, fique tranquila. Faça o tratamento e tenha fé, pois vc vai sim conseguir ser mamãe!!! Beijosss

    ResponderExcluir
  74. Olá! sou do ceará.Em outubro de 2010, fui ao médico para saber se estava tudo bem comigo pois eu estava mim preparando para engravidar, fiz tranvarginal e médico mim falou que eu tenho um cisto no ovário esquerdo, ele mim passou uns anticoncepcional para desfazer o cisto 3,0 x 2,5 cm. voltei 2 meses depois e teve uma diminuição de 2,1 x 1,2cm então ele fez uma outra tranvarginal e ele detectou um mioma no meu útero. e ele mandou que eu engravidase imediatamente, só que já faz 4 meses e ainda não engravidei, mim ajudem o que eu faço volto ao médico ,pois ultimamente eu estou sentindo um desconforto no meu ovárioe squerdo.obrigada pelo blog

    ResponderExcluir
  75. Olá, amiga! Seria interessante você tratar primeiro o cisto e o mioma, antes de tentar a gravidez. Sem falar que é preciso saber qual tipo de cisto vc tem. Pode ser um endometrioma, resultante de uma endometriose. É importante que vc refaça seus exames e, se possível, consulte-se com um médico especialista, para descartar a hipótese de endometriose. Também é importante tratar o mioma! Converse com seu médico direitinho a respeito disto! bjssss

    ResponderExcluir
  76. OLA!
    TENHO 22 ANOS.
    COM 21 ANOS DESCOBRI QUE ESTAVA COM UM CISTO OVARIANO , MEU OVÁRIO ESTAVA CRESCIDO.
    NO MÊS DE JANEIRO DO ANO PASSADO FIZ A CIRURGIA, MEU OVÁRIO HAVIA ESTOURADO...FOI FEITO OOFERECTOMIA NÃO TEVE COMO SALVA-LO.
    COM QUASE DOIS MÊSES DE CIRURGIA ESTIVE MUITO MAU, FIZ O ULTRASSON ESTAVA COM OUTRO CISTO, FIZ O TRATAMENTO COM O CERAZETTE ANTICONCEPCIONAL ANTES DE UM MÊS FIZ OUTRA ULTRA E O CISTO HAVIA SIDO DESMANCHADO..
    NO DIA 08/04/2011 INICIEI O TRATAMENTO COM O YASMIN ANTICONCEPCIONAL NO DIA 18/05 FIZ UMA TRANSVAGINAL E O RESULTADO FOI ESTE:

    A BEXIGA URINÁRIA POUCO DISTENDIDA E ASPECTO NORMAL.
    O ÚTERO ENCONTRA-SE EM ANTERVERSOFLEXÃO, CENTRADO, COM FORMATO PIRIFORME E CONTORNOS REGULARES. O MIOMÉTRIO É HOMOGÊNEO. O ENDOMÉTRIO MEDE 0,9cm DE ESPESSURA, SEM SACO GESTACIONAL NO INTERIOR.

    DIMENSÕES UTERINAS:
    VOLUME NORMAL: (25,0 a 90,0cm³)
    COMPRIMRNTO (7,6)cm
    DIAMETRO A-P (4,2)cm
    DIAMETRO L-L (4,8)cm
    VOLUME (79,6)cm³
    OVÁRIO ESQUERDO EM TOPOGRAFIA PARA-UTERINA, CONTORNOS REGULARES E TEXTURA HETEROGÊNEA COM UM CISTO DE CONTORNOS REGULARES E TEXTURA HIPOECÓICA E MEDINDO 5,0 x 3,5 cm.

    MEDIDA DOS OVÁRIOS: (VALOR NORMAL DE 3,0 a 9,0 cm³)
    ESQUERDO: (5,6)x(4,0)x(5,2) cm =[63,0]cm³.
    Fundo de saco de Douglas sem anormalidades.

    CONCLUSÃO: ÚTERO SEM ANORMALIDADES.
    CISTO OVARIANO À ESQUERDA ( ENDOMETRIOMA ?)


    ISSO SIGNIFICA QUE TENHO ENDOMETRIOSE ?
    A GINECOLOGISTA PEDIU QUE EU CONTINUASSE TOMANDO O YASMIN DANDO AS PAUSAS DE 7 DIAS E CONTINUANDO APÓS OS 7 DIAS MESMO ESTANDO MESTRUADA, TENHO MEDO QUE PIORE A SITUAÇÃO DO CISTO.
    OBS: NÃO TENHO RELAÇÕES SEXUAIS DESDE MINHA PRIMEIRA VEZ A UM ANO E 2 MÊSES.
    EH NESSESÁRIO RETIRAR O OVÁRIO E UTERO?
    NUNCA TIVE FILHOS OU ENGRAVIDEI...
    ME AJUDEM!

    ResponderExcluir
  77. Oi, Ludmilla! Veja só: o resultado do exame que você fez levanta uma hipótese de endometrioma. O endometrioma está ligado à Endometriose, é uma consequência da "Endometriose ovariana". Bom, se eu fosse você, procuraria uma segunda opinião médica para descartar a possibilidade de ser um endometrioma, pois se realmente tratar-se deste tipo de cisto, então não é adequado fazer o tratamento com o Yasmin dando pausa para menstruar, pois desta forma, pode agravar o problema. É importante realizar outros exames, como por exemplo, o CA125 (que é um exame de sangue colhido nos três primeiros dias da menstruação), vc também pode fazer uma ressonancia magnética da pelve, com protocolo de endometriose, e desta forma, tirar suas dúvidas a respeito deste cisto. Como você é novinha, a tendências dos médicos ginecologistas nunca é achar que você tem endometriose, e este é um grande erro. Portanto, na minha opinião, você deve investigar mais para ter certeza de que não se trata de endometriose. Caso seja necessário, procure um médico especialista na doença, assim você tira a dúvida e não perde tempo. Afinal, em se tratando de Endometriose, quanto antes tratá-la, melhor! E geralmente a primeira recomendação para quem tem Endometriose é suspender a menstruação. Por isto, procure sim saber se é ou não portadora desta doença. E sobre retirar o ovário e útero, não há necessidade, quando vc está acompanhada por um médico especialista, ele fará de tudo para preservar sua fertilidade, tendo em vista que você é muito jovem ainda! Mas, não demore em descobrir o diagnóstico correto, ok? E no que precisar, estamos por aqui! Caso precise de uma indicação de especialista na cidade de São Paulo, indicamos a Clínica do Dr. Edvaldo Cavalcante que é nosso parceiro! Você pode entrar em contato com ele através do site: www.cpcg.com.br Beijos e boa sorte!

    ResponderExcluir
  78. OLÁ!! Meu nome é Sheila. Vou fazer um relato que mesmo procurando pelo google ainda nao encontrei algo que esclarecesse o processo que passei. Sempre tive endometriose. Desde os 19 quando anos ouvi que seria dificil engravidar,mais tb nao ligava pois nao queria ser mae mesmo. Ainda mais aos 19 anos.Hj tenho 32e continuava sem querer ser mãe, e estou grávida. Pasmem! Engravidei tomando remédio!Sim uma endometriose, um anticoncepcional e memso assim "rodei" hehehe .Tomava mais por desencargo de consciencia e "regular" a mesntruação. EM dezembro passei mal, comecei a ter problemas, fui a GO e ela me passou uns exames só para constar. Estava grávida,e com um miominha. Era menor que o embrião. Descobri a gravidez com 7 semans e 3 dias. ate entao "menstruei". Após inumeros descolamento e colamentos, sangramentos e muito repouso cheguei as 24/25 semanas de gravidez. Comecei a sentir dores abdominais,e na perna. Geral achou que fosse dengo, pois fiz tantas ultras e nenhuma delas achou o tal endometrioma. Um dia estava mal, fazendo uma ultra e pedi pra médica dar um olhadinha naquele lugar que me incomodava. Quando ela passou a máquina ali gritei! Assustei até a médica! Isso foi na quarta feira. O endometrioma estava com 7cm. Na sexta feira tinha dificuldades para andar, falar e urinar. Estava com dores. Mais nada perto do que estava para sentir.... Segunda eu estava alucinada de dor, querendo a morte, maconha, erva, norfina ou somente uma porretada na cabeça. Os remédios nem faziam efeito, eu já vomitava tudo que comia, me urinava, nao tinha posição para dormir, nada. Virei um trapo. Terça feira da outra semana fiz uma nova ultra para saber o que tinha acontecido. Fui de cadeira de rodas para o médico. Chorava Horrores. O mioma aumentou animalescamente(pelo menos pra mim) em 7 dias 3cm ele estava com 10 cm, e pesando 250c (acho que é isso que tá no laudo)uma tangerina e degenerado. Primeira vez que ouvi isso. O médico do Ultra ligou pra minha GO e fui lá urgentemente para ela examinar. Dali já dei entrada no HCN de Niterói para operar. Operei grávida! Uma cirurgia de 1h,2h se transformou em 3 e meia. Abri a barriga toda, tirou o endometrioma degenerado e aderido no ovário esquerdo e pasmem. Minha filha Luisa ficou no cantinho dela e continuou. Não precisaram mexer nela. A cicatrização é muito chata, até memso pq tem alguém chutando e cabeceando ali. Tomamos inumeros antibióticos, antiinflamatórios 7 dias de internação e hj estou com 29 semanas. Não sinto mais nada e acho que ela veio pra ficar. Aprendi que medicina REALEMNTE NÃO é uma ciencia EXATA e que Deus sempre acha meios. Nós é que achamos ruim a escolha dele mais geralmente ele sabe o que faz.(podia ter sido mais leve o ensinamento) mais aprendi a lição. Acreditem quando realmente é o destino, ele acontece.Sei que minha médica vai levar meu caso para um Congresso. Pois quando abriram o negocio ainda estava pior do que a ultra mostrou. Maior do que se esperava, podre e vazando liguidos em todo lugar.

    ResponderExcluir
  79. Só pra finalizar, estou com 29 semans e com o útero com espessurar de 6mm(milímetros) pois o mioma estava aderido tb útero.foi separado e fiquei com 6 mm . Agora espero q criança para qualquer momento.Afinal como está final, pode romper a qualquer hora.

    ResponderExcluir
  80. Amiga!!! Que história!!! Realmente a conclusão é esta mesma: Para Deus não há impossíveis. Quando Ele quer, não há medicina no mundo que O impeça! Apesar de tudo que você passou, agradeça a Deus por você estar bem e com sua filhinha crescendo dentro de você! É uma bênção sem tamanho! Espero que ela chegue com saúde e que você fique bem! Obrigada por compartilhar sua história conosco! Beijosss

    ResponderExcluir
  81. OLA DEVIDO A MUITAS DORES NO PE DA BARRIGA PROCUREI UM GO E ELAME PEDIU UMA UTRASOM DE PAREDE ABDOMINAL E O DIAGNOSTICO FOI ESSE NODULOS SOLIDOS EM PLANO MUSCULAR EM CIMA DA CICATRIZ CESARIA(EMDOMETRIOMAS?)OBSERVA SEEM PLANO MUSCULAR CERCA DE 38MM ACIMA DO BORDO LATERAL DIREITO DA CICATRIZ DE CESARIA IMAGEM NODULAR HETEROGENEA PREDOMINANTE HIPOECOIDE COM CONTORNOS PARCIALMENTE DEFINIDOS MEDINDO 26X24X22 E O OUTRO COM AS MESMAS CARACTERISTICAS CUPRA CITADOS ACIMA DO BORDO LATERAL ESQUERDO MEDINDO 33X27X22MM GOSTARIA DE SABER OQUE QUER DIZER ESSES NUMEROS SERA QUE VC PODE ME ESPLICAR POR FOVOR

    ResponderExcluir
  82. Olá, amiga! Bom, a melhor pessoa para esclarecer ou explicar melhor os resultados dos exames é seu médico. Assim, quando vc levar de volta o exame, faça todas as perguntas que achar necessário, não fique acanhada ou envergonhada de fazê-las porque o médico está lá prá isto mesmo. Entretanto, os números que aparecem no exame são as medidas do tamanho dos possíveis "nódulos de endometriose" que estão "grudados" em cima da sua cicatriz da cesária. É bastante comum observar endometriose na cicatriz da cesária, e uma das explicações seria a de que durante o parto, algumas células do endométrio se desprendem e acabam se fixando em outras partes da pelve, inclusive na cicatriz da cesária, causando a endometriose. Se isto for confirmado, você poderá realizar uma cirurgia para retirada destes nódulos e, assim, parar de sentir dores nesta região! Espero que tudo fique bem! Só não se esqueça de tirar todas as suas dúvidas com o médico, se quiser, dê uma lida na postagem sobre "Consulta para endometriose" aqui no blog, pois tem várias dicas de como devemos agir durante o atendimento médico! Beijossss

    ResponderExcluir
  83. muito obrigada por esclarecer minhas duvidas na verdade ja passei pelo medico e ela me disse que seria preciso fazer uma cirurgia mas tenho medo e nao consigo disser a ninguem que tenho endometiomas que e o que ta escrito no exame sofro com isso desde 10 de novembro de 2009 agora depois de ter lido os relatos tenho muito medo de virar cancer e possivel ?por favor me diga a verdade comverssando com voces mesinto um pouco mais aliviada mas me esclareça essa duvida por favor desde ja agradeço

    ResponderExcluir
  84. Amiga, como dissemos no texto, as chances de um endometrioma se tornar um câncer é muito pequena e muito raro. Porém, se o médico lhe indica a cirurgia, então é bom realizá-la o quanto antes, pois apesar de não haver um perigo de malignidade, se o endometrioma continuar a "crescer" dentro do seu ovário, pode causar aderências, muitas dores, infertilidade e ainda romper, o que a levaria para uma cirurgia de emergência, o que não é adequado. Se por outro lado, você planejar a cirurgia, as chances do médico retirar o endometrioma e preservar seu ovário são maiores. Em se tratando de Endometriose, quanto mais tempo levamos para realizar o tratamento correto, pior fica a situação. Sem falar que não dá para viver com dores, né? Então, pense direitinho na possibilidade de fazer a cirurgia, certifique-se de o médico é um especialista em endometriose, e certifique-se também que será feito por Videolaparoscopia (e não a cirurgia aberta). Pois, com a Video, os riscos são menores e a recuperação muito mais rápida. Ah! Exija sempre o DVD da cirurgia (a gravação). É um direito seu! Você também pode ler aqui no blog um texto que falamos sobre como se preparar para a Videolaparoscopia. Não tenha medo, este é um procedimento normal pelo qual passam muitas portadoras de endometriose! E no que precisar, estamos por aqui! Bjssss e muita força prá vc!

    ResponderExcluir
  85. nossa como e bom converssar com voces depois dessa resposta estou me sentindo muito bem obrigada por esclarecer minhas duvidas para saber um pouco mais de mim tenho 28 anos sou casada a 9anos mas estou com meu marido a 15 anos tenho 2 filhos uma menina e um menino acho que veio dai o problema tive que tiralo aos 6meses de gestaçao a cesariana teve que ser feita as presas pois nos 2corriamos risco de vida .cara amiga este tipo de cirurgia e demorado ?voce vem embora no mesmo dia?essa cirurgia e feita pelo sus me responda por favor obrigada pela atençao que vem tendo comigo to me sentindo mais forte para tomar minha desisao primeiro contar para meu marido depois para minha mae so nao contei ainda com medo de preocupalos beijos e que deus lhe abençoe

    ResponderExcluir
  86. Oi, amiga! Que bom que está se sentindo mais segura, por isto é tão importante nos informarmos, não é mesmo?
    Quanto à videolaparoscopia: É mais tranquila que uma cesária! Nesta cirurgia, vc não terá um corte longo na barriga, mas apenas 3 ou 4 pequenos furinhos, sendo um no umbigo e outros três na região púbica, em cima da marca do biquini (quase não deixa cicatriz). Portanto, para quem já passou por uma cesária e ainda de emergência, será "fácil" passar pela Videolaparoscopia! Quanto ao tempo de cirurgia, isto vai depender da sua situação, por isto que antes de realizá-la, o médico pede o máximo de exames possíveis (ultrassonografia transvaginal, Ressonância Magnética, entre outros) para se preparar melhor, já sabendo o que o espera durante a cirurgia. Portanto, não deixe de fazer estes exames, são importantes! Se sua endometriose for leve, nos graus 1 e 2, sua cirurgia será rápida, e vc poderá voltar para casa no mesmo dia ou, no máximo, na manhã do dia seguinte. Porém, se for uma cirurgia mais complexa, onde está previsto mexer em outros órgãos (como intestino e bexiga), então pode ser que a cirurgia demore um pouquinho mais e você precisará ficar 1 ou 2 dias internada. Apesar disto, nos dois casos, a recuperação é tranquila: não pode pegar peso, limpar a casa, exercitar-se demais, e todas estas coisas "de praxe" de quem se recupera de uma cirurgia. Após 15 a 20 dias vc já se sentirá novinha em folha!
    Sei que a Videolaparoscopia é uma cirurgia realizada pelo SUS, porém não sei como funciona a fila de espera, e não sei se o SUS está bem equipado, atualmente, para realizar esta cirurgia. Necessitando usar o SUS, sugiro que procure um "Hospital-Universitário" (aqui em SP, por exemplo, você pode procurar o "Hospital das Clínicas - Setor Ginecologia - Ambulatório de Endometriose" ou a "UNIFESP - Universidade Federal de São Paulo". Tem ainda a opção do Hospital "Pérola Byington" e da "Santa Casa de Misericórdia", que também tem médicos especializados no tratamento da endometriose).
    Sugiro também que fale com sua família: seu marido, sua mãe, pois isto será bom para vc, já que dividirá suas dores (tanto as físicas, como as emocionais) com pessoas que te amam e que querem te ver bem!
    Depois leia o texto dos "Super EndoMaridos" aqui no blog, pois tem ótimas dicas de como incluir seu marido no tratamento da endometriose! Fique confiante sim! É importante ter fé e perseverança durante todo o processo de tratamento desta doença! Bjsss

    ResponderExcluir
  87. Olá meninas!!!
    Meu nome é Flávia, sou do Rio de Janeiro e assim como vcs, tenho um cisto de endo no ovário esquerdo a 06 anos, e, já fiz tratamento, interrompi menstruação, mas ele diminuia e depois voltava a crescer, então vou ter que operar( videilaparoscopia).... estou tensa, pois o médico conversou comigo que vai fazer de td para preservar meu ovário, mas se der uma complicação, vai ter que tirá-lo e mais tensa ainda estou pois ele falou que em 5% dos casos na hora da cirurgia tem que abria a barriga;;; è verdade porque isso ocorre?? Me ajudem vou operar no dia 27/06.. Torçam por mim.....

    ResponderExcluir
  88. Oi, Flávia! Imagino como vc está aflita! Acho que todas nós ficamos apreensivas antes da cirurgia, especialmente quando ouvimos as complicações que podem acontecer. A verdade é que toda cirurgia tem um certo grau de complicação e os médicos tem o dever de deixar a paciente informada sobre todas as eventualidades que poderão acontecer. Isto não quer dizer que irá acontecer a você. Geralmente, a videolaparoscopia é tranquila, e se há alguma dificuldade, o médico pode optar por partir para uma laparotomia (cirurgia aberta), sem que isto signifique complicação, pois faz parte do planejamento da cirurgia, o médico vai preparado para isto também. Mas, lembre-se que na maior parte dos casos, não acontece isto! Pense apenas que vai dar tudo certo, fique confiante a todo momento, pois isto ajuda muito! Estaremos na torcida por você! Beijossss

    ResponderExcluir
  89. Ola. Boa noite. Sou Bia, tenho 33 anos, não sinto nada, minha menstruação é normal, não tenho dores, não tenho dores na relação, apenas sentia uma salienca na barriga no lado direito, fiz os exames rotineiros e minha medica observou que meu ovario direito estava 5v maior do que o normal, ela acreditava que fosse endometrioma e me pediu C4, o qual deu baixo, agora me solitou o dopler, que tambem não foi possivel determinar, pois tudo tava muito proximo, intestino, útero, ovario...enfim me passou um outro exame. Cofesso que tou muito assustada. Tou anciosa com o diagnostico pra saber o que realmente tenho e como vou me tratar.Gostaria muito de poder ter um filho...isso não vai me impedir, vai? Brigada!

    ResponderExcluir
  90. Beatriz, fique tranquila. É possível tratar cistos no ovário (mesmo se forem endometriomas) e depois tentar engravidar. A única coisa é que vc precisa ter certeza do diagnóstico. Às vezes, algumas mulheres tem endometriose, porém sem dores. É raro, mas é possível. O CA125 não é um exame de certeza do diagnóstico de endometriose, mas ajuda a compor o raciocínio clínico. Porém, deve sempre ser realizado nos três primeiros dias da menstruação. Você também pode fazer uma ultrassonografia transvaginal com doppler e uma ressonancia magnética. Continue investigando para que possa começar o tratamento adequado! Vai dar tudo certo! Beijosss

    ResponderExcluir
  91. Boa Noite!
    Meu nome é Gizele e estou com problemas deste setembro do ano passado quando tive um aborto espontaneo. Fiz uma curetagem e apos 20 dias comecei com dores fortes no lado esquerdo. Fiz uma ultrassom e foi detectado um cisto do tamanho de uma laranja segundo o médico que apos 1 mes mais ou menos estorou sozinho. Apos isso sempre tenho dores no lado esquerdo, principalmente apos a menstruacao que tenho um corrimento escuro, que segundo minha medica disse ser sangue. Fico assim uns 10 dias e dopois passa. Mas as dore tenho o mes todo. Ja fiz uma histeroscopia mas nao deu nada. O que pode ser? Sera que devo fazer uma videolaparoscopia?

    ResponderExcluir
  92. Oi, amiga! Antes de realizar a videolaparoscopia, você pode fazer alguns exames mais específicos que auxiliaram no diagnóstico dos seus sintomas. Você pode fazer o CA125 nos três primeiros dias da menstruação. Este exame pode ajudar com o diagnóstico de endometriose, especialmente na presença de um endometrioma de ovário. Além disto, você pode realizar uma Ressonância Magnética, que poderá ser feita na primeira fase do seu ciclo. Evite fazê-la na época da ovulação. Também pode realizar uma ultrassonografia transvaginal com dopller e preparo intestinal, para descartar quaisquer focos os nódulos de endometriose, que geralmente causam dores durante a menstruação e fora dela! Com todos estes exames será possível ter uma idéia diagnóstica e só aí vc saberá se precisa ou não da Videolaparoscopia. Ok? Espero que tudo dê certo! Beijosss

    ResponderExcluir
  93. Bom dia! Tenho 37 anos sou de MG e estou com cistus endo pela idade e tratamento qual a possibilidade de engravidar. É um problema grave

    ResponderExcluir
  94. Oi, amiga! Bom, no caso do endometrioma, só é grave quando não o tratamos, pois ele pode aumentar, danificar o ovário e causar muitas dores. Você tem sim possibilidade de tentar engravidar, mas deve começar as tentativas o quanto antes. Também é bom fazer exames para saber como está sua ovulação, seus hormônios, as trompas e etc. Se tiver condições de realizar algum tratamento de Reprodução Assistida, as chances aumentam muito. Mas, tenha fé sempre, pois isto é importante! Beijosss

    ResponderExcluir
  95. Olá amiga, fui a outra ginecologista.
    Ela descontinuou o uso do yasmyn e receitou o Diane 35 e o Deltaflan"nimesulida", á um 21 dias tomo os medicamentos ela pediu que desse a pausa de 7 dias e continuasse com o Diane mesmo estando mestruada. Mais continuo sentindo fortes dores "pélvicas"sinto cólicas diariamente... falei com a doutora sobre o exame CA125 ela falou que não era necessário, posso fazer o exame sem requisição por conta própria? No dia falei sobre outro problema que está acontecendo e ela ainda confirmou que não era necessário o exame..
    Ultimamente quando vou "defecar" sangra de cair gotas. Tenho medo de estar com endometriose e ainda num estado avançado.
    Fui a todos os ginecologistas da minha cidade Açu-RN e nenhum passou outro exame a não ser ultrasson, tenho medo de perder meu útero e ovário, ainda sonho em ter filhos. Me ajudem!
    Já postei comentário dia 10 de maio de 2011 19:22
    Não pude ir para a Clínica do Dr. Edvaldo Cavalcante pois moro no estado do RN, se tiver como indicar um bom médico no meu estado na cidade de Natal agradeço muito!
    Obg!

    ResponderExcluir
  96. Oi, Ludmilla! Eu me lembro da sua outra postagem sim! Então, amiga! Eu fico boba de ver como alguns ginecologistas simplesmente ignoram nossos sintomas e dor. Parecem até que eles tem medo de pesquisar se a paciente tem endometriose! O que custa o médico passar um exame como o CA125, por exemplo, que é tão simples e rápido? É só tirar o sangue! Não sei se o laboratório irá aceitar fazer o exame sem você ter o pedido médico, mas vale a pena tentar! Porém, o importante para você era fazer a Ressonância Magnética da Pelve, pois a ultrassonografia que investiga a endometriose (que é especializada) só tem em São Paulo! Você tem sintomas importantes, como as dores pélvicas e o sangramento nas fezes. Nada disto é normal, e precisa sim de um diagnóstico melhor! Uma dica é que você procure outros médicos, e quando for à consulta, seja uma paciente-participante (como ensinamos numa postagem aqui no blog) e já vai logo dizendo que você acredita ter endometriose e que gostaria de fazer o CA125 e uma Ressonancia Magnética da Pelve. Às vezes, se já chegarmos dizendo com convicção, eles nos ouvem e nos atendem! Infelizmente não conheço nenhum especialista aí em Natal! Prá falar a verdade, o certo era qualquer médico ginecologista ser capaz de diagnosticar a endometriose. Mas, não desista! O que você não pode é continuar sentindo dores desta forma! Tem que tratar disto! Espero que consiga! Beijossss

    ResponderExcluir
  97. ola, meu nome é Renata e gostaria de saber qual o tratamento mais indicado para endometrioma de ovario medindo mais de 6 centimetros?
    Obrigada desde ja...

    ResponderExcluir
  98. Olá, Renata! Bom, quando o endometrioma está maior que 3cm, muitos médicos optam pela cirurgia, pois nem sempre as medicações, que bloqueiam a função ovariana, diminuem este tipo de cisto. Porém, outros médicos preferem ter a conduta expectante. Administram medicamentos e vão acompanhando por ultrassonografias. Assim não precisam submeter à paciente a uma cirurgia, já que se sabe que a cirurgia que manipula os ovários, pode reduzir o número de folículos, o que não é muito bom para quem deseja engravidar. A verdade é que vai depender de cada caso, dos sintomas, e da conduta do seu médico. Procure um bom médico e tire todas as suas dúvidas com ele. Bjssss

    ResponderExcluir
  99. Oi, Tenho 24 anos descobri que estou com um endometrioma no ovario esquerdo medindo 2,5cm. Estou esperando o resultado da CA 125. Mas o medico disse que eu vou ter que operar, tenho dores muito fortes, dores tão forte essa que não consigo me mexer na cama qdo ataca, e acabo indo pro hospital. Moro em Brasilia atualmente, mas quero fazer a minha cirurgia em São Paulo onde esta toda minha familia. Gostaria de saber se seu medico atende o convenio Bradesco.

    ResponderExcluir
  100. Olá, Luciana! Os convênios que o Dr. Edvaldo atende, são: Amil, Unimed, Sul América, Golden Cross, Itaú, Mediservic e Omint.

    O Bradesco, ele atende por reembolso. De todo modo, se seu plano não tiver reembolso, existe um desconto na consulta para a meninas que são indicadas pelo nosso grupo: endoamigas de são paulo. É só falar que viu a indicação em nosso blog!

    Espero que dê tudo certo! Beijosss

    ResponderExcluir
  101. Oi gente,

    Ja estive aqui ha us dias atras, antes de fazer o ultrasonografia com dopller. Então eu fiz este exame, mas deu sinais de aderencias entre as estruturas pelvicas e formação expensiva heterogenia. Recomendaram uma resonancia com gel vaginal e retal. Meu maior problema é que não tenho plano, o H. das clinicas de Salvador, pra variar, esta de greve, onde poderia tentar uma laparoscopia. Fiz os exames particular, a medica que detectou o problema disse que me ajudaria com a cirurgia em um hospital atraves do SUS, mas eles só podem fazer aberta e pra piorar ela saiu de ferias e retorna dia 19. Apesar de não sentir dores, isto ta me encomodando demais, sei que pelo SUS vai demorar demais e tenho medo de piorar...alguem poderia me da algums dicas.
    Grata,
    Beatriz

    ResponderExcluir
  102. Oi, Beatriz! Ter endometriose e depender dos planos de saúde e do SUS, realmente não é fácil! Bom, enquanto você aguarda a cirurgia, pode pedir à sua médica que lhe receite algum anticoncepcional para que você suspenda a menstruação, pois esta é uma das formas de controlar o avanço da doença. Se você estiver com dores, também pode pedir à médica para lhe receitar analgésicos, a fim de lhe proporcionar alívio. Outra coisa importante a saber é que a endometriose, apesar de ser uma doença progressiva, não piora do dia para a noite. Porém, tomar certas medidas como estas que citei acima, ajudam muito no quadro evolutivo da doença. Mas, devem ser receitadas pela sua médica ou algum outro médico que tenha experiência em endometriose. Quanto à cirurgia, tente conseguir realizar através da Videolaparoscopia, é bem melhor que a "cirurgia aberta". E se puder, realize a Ressonância Magnética antes, para que o médico saiba como planejar melhor sua cirurgia. Ficarei torcendo para que tudo dê certo!! Beijossss

    ResponderExcluir
  103. Oi...
    Vcs não imaginam como o trabalho de vcs ajudam? Gostaria muito de parabenizá-las!!! Alguns médicos não são tão esclarecedores e nos deixam muito apreensivos. Com as informações pegadas aqui no blog posso sugerir e descutir melhor com minha médica, abrindo posibilidades e me deixando mais tranquila. Espero...rsrsrsr. Só mais uma informação. Vcs saberiam o valor médio de uma cirurgia desse porte? Agora quero conhecer tudo.Muitisssimo obrigada. Tou mais confiante. Vai dar tudo certo, tenho que crer! Um abraço....
    Beatriz

    ResponderExcluir
  104. Olá...em primeiro lugar parabéns pelas informações que vcs nos prestam....Eu tenho 37 anos, mãe de tres filhos lindos..todos meninos.Ja realizei tres cezareanas, e recentemente, dezembro de 2010, realizei uma cirurgia para retirada do ovário esquerdo, tambem diagnosticado como cisto hetereogeneo complexo, no ato da cirurgia retirou-se do meu ovario direito uma endometriose bem pequena, meu médico achou por bem não retirar todo o ovário direito, tentando assim evitar a menopausa....comecei a pouco dias um pequeno sangramento, achei muito estranho pois sempre tive um fluxo menstrual pequeno e durava somente 03 dias, realizei todos os exames necessarios e foi diagnosticado endometrioma...a principio fiquei desesperada pois terei que passar novamnente por um processo cirurgico...por favor, é realmente necessario tal cirurgia? existe tratamento para acabar com isso? tenho serios problemas com a anestesia "raque", e todo aquele processo me causa uma tensão enorme, trabalho como assistente social, tenho uma vida ativa muito significativa, e além do que tenho meus lindos filhos que necessita dos meus cuidados...por favor me dêem uma luz...um forte abraço...fiquem na paz...Silvânia Bessa..Araguaina-TO

    ResponderExcluir
  105. Olá, meu nome é Adriana, tenho 35 anos, tenho dismenorréia desde a menarca, sempre foi bem dolorida, mas, nunca foi diagnosticado endometriose. Ja havia feito alguns ultra trans, mas, somente, apresentei cistos hemorrágicos lado D. Pois bem, minha DUM é dia 01/06, e sempre foi de 28/28 dias, e um fluxo regular, nada de hemorragias. Mas, esse mês não veio na data correta, fiz dois BetaHCG, um de urina e outro de sangue, os dois vieram positivos, feliz da vida, por estar "gravida", no ultimo sábado senti uma dor lado D, fui ao médico onde fui avaliada, solicitado um transv, fui fazer na segunda, ai veio a surpresa, sem saco gestacional e cisto ovarianos do tipo endometriona lado D e E, o do lado E, enorme 66,8cc do lado D 11,3.O que mais me estranhou é que não tenho dores pélvias, não tenho dor na relação, enfim, tenho um desconforto sempre do lado D quando vou ovular, mas, quando sai o muco cervical( de aspecto claro), a dor passa. Bom, estou cheias de dúvidas, gostaria de saber, se: O atraso menstrual, a beta positivo tem alguma relação com o cisto? Será que vou ter q retirar o ovário E e D, pelo tamanho? Agora, achei q estava gravida, provável gravidez ectópica ja vou fazer a cirurgia para tirar a tuba uterina, estou muito triste, pois tudo veio de uma vez. Obrigado pelo desabafo!

    ResponderExcluir
  106. Oi, tenho endometriose e fiz uma videolaparoscopia em novembro de 2009, que diagnosticou uma obstrução na trompa esquerda, tive indicação para FIV, já que queria muito engravidar. Fiz a FIV em fevereiro de 2011 mas pedi e logo depois tive fortes dores e fui operada as pressas por causa de dois endometriomas que se formaram pro causa da FIV, um com 8cm no ovário esquerdo e outro com 6cm no direito, foi cirurgia aberta com retirada de parte dos ovários.Agora estou usando zoladex e acho que não poderei engravidar, estou muito triste com tudo isso, sofri muito e choro de pensar em não poder ser mãe.
    Regiane

    ResponderExcluir
  107. Olá, Regiane! Amiga, não é mesmo fácil ser portadora desta doença. Temos que ser fortes e muitas vezes entregar nas mãos de Deus, porque Ele sabe o que é melhor para cada uma de nós. Agora, você precisa ver com o médico, se ainda não existe possibilidade de fazer nova FIV, pois não foram retirados os ovários inteiros, não é? É preciso ver o quanto você tem de reserva ovariana para saber as chances de tentar nova FIV. Outra opção, caso não seja mais possível usar seus óvulos, é a "Ovodoação". Você pode fazer a FIV com os óvulos de uma doadora. As chances de gravidez aumentam muito, e vc poderá passar pela experiência de ver a barriginha crescer! Outra, opção, claro, é a adoção. Porém, eu entendo que não é tão simples quanto parece, tanto a ovodoação quanto a adoção precisam ser muito bem trabalhadas internamente e entre o casal. De todo modo, continue o tratamento direitinho com o Zoladex, e depois pergunte ao médico se ainda poderá tentar a FIV com seus óvulos. É muito triste passar por tudo isto! Desejo toda a força do mundo para você! Somos guerreiras sempre! Beijosss

    ResponderExcluir
  108. Olá, Adriana! Bom, claro que o ideal é conversar com seu médico sobre todas estas dúvidas, mas pelo que você conta, o resultado do beta positivo, tem mais a ver com a gravidez ectópica que com o cisto em si. Mulheres com endometriose correm mais risco de ter gravidez ectópica, por causa das distorções anatômicas que a doença causa nas tubas uterinas, impedindo a passagem do embrião para o útero. Infelizmente, isto pode acontecer! Quanto aos cistos, bom, vc precisará ver direitinho com um médico especialista em endometriose. Em primeiro lugar é preciso ter certeza de que se tratam de cistos de endometriose (endometriomas). Para isto, você precisaria refazer o ultrassom depois de uns meses para saber se os cistos sumiram. Se eles sumirem, quer dizer que não eram endometriomas, mas sim cistos funcionais ou até cisto de corpo lúteo. Porém, se não sumirem ou se aumentarem de tamanho, então podem ser endometriomas e precisam ser bem avaliados. Hoje em dia, há muita cautela dos médicos sobre realizar ou não uma cirurgia para "mexer" nos ovários de uma paciente que deseja engravidar. Afinal, toda cirurgia de ovários pode ter o risco da perda da reserva de óvulos, o que prejudica a fertilidade. Por outro lado, uma pelve com muitas aderências, inflamações também pode dificultar a gravidez. Por este motivo é preciso que você refaça os exames e discuta cuidadosamente com o médico sobre o melhor procedimento a tomar. Espero que dê tudo certo! E pode desabafar aqui quanto quiser, afinal só uma portadora consegue entender claramente a outra portadora, não é mesmo?Beijossss

    ResponderExcluir
  109. Olá, Silvânia! Parabéns pelos seus pimpolhos!!! São dádivas de Deus. Pena que a endometriose não deixa em paz nem quem já teve filhos, não é? Bom, olha só. Fique calma. Antes de pensar em entrar na faca novamente, o ideal é avaliar bem este endometrioma. Existe uma maneira de tratá-lo, suspendendo a menstruação, que pode ajudar. Aliás, o ideal é que você suspendesse mesmo a sua menstruação, para evitar que crie novos focos e aderências em sua pelve. Além disto, evita a formação de endometriomas também. Procure um especialista em endometriose, faça exame detalhados, como a Ressonância Magnética, e veja quais são as opções para tratamento sem precisar da cirurgia. Isto é possível sim, dependendo do tamanho do cisto! Vou ficar torcendo para você não precisar da cirurgia! Não deixe de procurar um bom médico! Bjssss

    ResponderExcluir
  110. Olá, Beatriz! Seja muito bem-vinda em nosso blog! Você tem toda razão quando diz que alguns médicos não são tão esclarecedores, o que não é legal, ainda mais em se tratando de uma doença que é totalmente enigmática, não é? Em endometriose, a informação é um tipo de tratamento também!!!

    Sobre o valor da cirurgia, é muito variável e leva em consideração várias questões. De forma geral, quanto mais grave o quadro de endometriose, mais cara a cirurgia. Quer dizer, se a endometriose já está avançada, atingindo outros órgãos como intestino, bexiga, ureteres, então a cirurgia é complexa e exige a presença de mais um cirurgião, além do ginecologista. Outro fator importante, é ter ou não cobertura do plano de saúde. Muitos planos não cobrem a equipe cirúrgica do ginecologista, mas podem cobrir a internação e os materiais cirúrgicos, que aliás, são caríssimos. Em média, uma cirurgia de endometriose avançada, na capital de São Paulo, varia de 8 mil a 20 mil reais, sendo que 20 mil é um valor prá lá de absurdo! Neste sentido, acho importante dizer que nem sempre o médico que cobrar mais caro é o mais experiente. É preciso avaliar bem o profissional, especialmente em termos de ética! Ok? Bjssss

    ResponderExcluir
  111. Olha, muito obrigado, confio muito em Deus, e realmente um unico ultra não da pra dizer se é endometrioma,como vc mesmo disse...Na verdade, o ultra que eu fiz, foi muito de urgência, a médica viu algumas imagens e somente desconfiou das imagens de endometriomas, mas, vou passar com o gineo e vou refazer o ultra mais calmamente...e o q tiver que ser, será....Nada acontece por acaso e só Deus é quem sabe, né? Valeu pelas suas palavras e qualquer novidade, volto a postar por aki, ok?

    Um abraço!

    ResponderExcluir
  112. Boa Noite!
    Fiz recentemente uma ecografia pélvica onde foi detectado um cisto não puro, sugestivo de endometrioma de 23mm. ultimamente tenho tido muitas dores durante a menstruação. no entanto o meu médico Ginecologista não deu grande importancia ao assunto, mandou me apenas tomar a pilula e repetir o exame daqui a 1 ano. Nem papanicolau fez!! Pedi-lhe informações acerca de estilo de vida que devo adoptar, cuidados com alimentação, etc e ele disse apenas que era uma coisa normal. Acham que deveria pedir uma segunda opiniao ou eu estou a ser demasiado hipocondriaca?
    Bjs Marta

    ResponderExcluir
  113. Olá, Marta! Bom, se não se sente segura com o atendimento que recebeu do médico, não há problemas em procurar uma segunda opinião, ou mesmo questioná-lo. Isto não seria hipocondria, mas só uma vontade de poder compreender melhor sua saúde, vc tem direito a isto. Em relação ao cisto, existem diversos tipos de cistos nos ovários. Aliás, numa mulher em idade reprodutiva, todos os meses crescem folículos nos ovários preparando-se para a ovulação. Às vezes, dependendo do dia em que vc fez a ecografia, aquele cisto poderia represantar um folículo ou um corpo lúteo, e até mesmo um cisto hemorrágico, que é diferente do endometrioma. Para ter certeza se se trata de cistos funcionais ou endometriomas, você deveria refazer a ecografia após alguns meses. Se se tratar de cistos funcionais, eles desaparecerão. Do contrário, pode-se pensar no endometrioma. Porém, sendo menor que 3mm, é possível tratá-lo com medicação, pois é sempre preferível evitar uma cirurgia nos ovários, ainda mais quando ainda se deseja ser mãe! Espero tê-la ajudado! Beijosss

    ResponderExcluir
  114. Olá. Boa noite ,em primeiro lugar estou muito feliz de ter encontrado este blog.Estou vivendo um dilema . Em dezembro de 2010 fiz uma cirugia para retirada de endometrioma de ovario E, a médica sugeriu que eu tentasse engravidar até agosto/11 caso não conseguisse deveria partir para fertilização, só que em março me separei e com medo da enometriose volta comecei a tomar cerazetti(receitado pela médica),talvez haja uma reconciliação.Será que posso suspender o comprimido e tentar ainda engravidar?

    ResponderExcluir
  115. Olá, amiga! Bem vinda ao nosso blog! Bom, sobre a sua dúvida, a partir do momento em que você suspender o uso do cerazette, já estará com chances de gravidez. O que pode acontecer é que nos primeiros meses após a descontinuação do uso do AC, o corpo demora a voltar ao ciclo menstrual normal, e você pode não ovular neste período. Apesar disto, a partir do momento que você parar de tomar o contraceptivo, pode sim, ovular e engravidar! Você é recem operada, logo sua pelve está limpinha para receber o embrião! O importante é estar bem consigo mesma, com seu companheiro, e ter fé, pois a gravidez virá, de uma forma ou de outra! Certo? Beijossss

    ResponderExcluir
  116. Ola meu nome é fernanda e fiz um a transvaginal mes de julho e fiquei muito assustada porque eu sempre tive ovario policistico, mais na trans, foi diagnosticado que os cistos são complexos e no laudo esta escrito provaveis endometriomas estou muito triste pois tento engravidar a 4 anos .

    ResponderExcluir
  117. Oi, Fernanda! Sei bem como se sente! Mas, fique calma. Busque a orientação de um bom médico, de preferência especialista em endometriose, e tente refazer seus exames, pois é necessário ter certeza de que se trata de um endometrioma, e não outro tipo de cisto do ovário. Para isto, é preciso acompanhar, através do ultrassom, como estes cistos se comportam, em diversos períodos do ciclo menstrual, ok? Não deixe de se consultar com um bom especialista, se precisar de indicações, é só falar conosco!!! Beijossss

    ResponderExcluir
  118. olá pessoal,parabens pelo trabalho informativo e tambem assistencial às portadoras de endometriose.Como todas vcs aki do blog ,tenho endo;profunda (septo reto vaginal,ligamentos do útero ,1 mioma pequeno)e depois de 1 ano com o mirena,na revisão de uma ano descobrí um endometrioma de quase 5 cm.Como pode essa coisa crescer de repente e recomeçar as dores horríveis ha 2 meses se estou com o mirena q teoricamente deveria conter a doença?Afe...to muito desanimada com isso.....o q vai ser agora? A médica ta de recesso, so volta dia 2/08/11 e to com dores e sangrando desde o dia 24....será q se essa coisa estourar dentro da minha barriga pode complicar? Dá pra saber se estourar? Tô tomando antinflamatórios novamente...Me dêem uma luz por favor!!!!!!! tenho 37 anos e 2 filhas lindas ,Graças a Deus!Um Abraço a Todas
    Viviane

    ResponderExcluir
  119. Oi, Vivi! É complicado, mas isto pode sim acontecer. Mesmo em uso do Mirena, algumas mulheres continuam a ter o funcionamento dos ovários, e aí pode-se formar um endometrioma. É importante retornar ao médico para que ele peça exames de imagem e hormonais para ver como vc está respondendo ao Mirena. E se sentir muitas dores, fortes e intensas, ou um sangramento exagerado, vale a pena ir até o Pronto Socorro, para ser medicada e receber atenção adequada! Espero que tudo se resolva logo! Beijossss

    ResponderExcluir
  120. ola,primeiramente gostaria de agradecer vcs pelo blog.
    Infelizmente,descobri ha 2 meses q tenho endometriose tbm.
    O meu esta no ovario direito com 5 cm.
    Como muitas,tbm estou bem desanimada com tudo.Tenho 30 anos e ainda nao tenho filhos.
    Meu med. falou que era melhor fazer a cirurgia.
    Gostaria de saber como e feita e quanto tempo precisa pra ficar em repouso,ou se for tratar so a base de remedios,quanto tempo e necessario mais ou menos ate a cura,pois,dependendo precisarei ir ate SP.
    Agradeco desde ja.
    Um forte abraco a todas vcs.

    ResponderExcluir
  121. Olá, amiga! Seja bem-vinda ao nosso blog! Bom, se a sua indicação for a cirurgia, sugiro que realize antes alguns exames de imagem especializados para ver se além do endometrioma de ovário, também há focos de endometriose em outros locais. Isto é importante, pois desta forma o médico consegue ir para a cirurgia já preparado para realizar todos os procedimentos necessários, evitando que vc necessite fazer novas cirurgias posteriormente. Neste caso, a cirurgia preferencialmente é feita por videolaparoscopia, que é um tipo de cirurgia considerada "minimamente invasiva", pois você não terá um corte grande na barriga, mas sim de três a quatro pequenos cortes, com menos de 1cm na altura da calcinha e no umbigo. Este tipo de cirurgia é mais adequada, porque o médico consegue olhar seus órgãos usando uma lente de aumento, o que facilita e muito a visualização das lesões. Além disto, a recuperação é mais rápida e o pós-cirúrgico relativamente tranquilo! Geralmente, é necessário de 15 a 20 dias de repouso, mas isto varia de acordo com os procedimentos que serão realizados.
    Sobre a medicação, é preciso avaliar se vale a pena, pois a medicação pode diminuir as dores e parar a progressão da doença, mas dificilmente irá eliminar seu endometrioma. Enfim, o importante é estar sendo acompanhada por um bom médico especialista em endometriose, para que possa ser melhor orientada, afinal vc tem o desejo de gravidez, não é? Vc é nova e isto é possível sim! Se precisar de uma indicação médica em SP, procure a CPCG - Clínica Paulista de Cirurgia Ginecológica, do Dr. Edvaldo Cavalcante, parceiros do nosso grupo! E conte sempre conosco! Beijosss

    ResponderExcluir
  122. Oiii, meu nome é Renata e desde já quero agradecer por este blog maravilhoso que tem ajudado muito a todas as mulheres com duvidas sobre este cisto, assim como eu!
    Bom, fiz alguns exames e constou que eu tenho endometrioma no ovario esquerdo medindo um pouco mais de 6 centimetros, minha médica ja me encaminhou para um cirurgião para retirar ele, pois a um grande risco dele se romper. E é lógico que estou com medo, pois por mais que seja uma cirugia simples (espero eu) sempre nos deixa aprensiva. Minha duvida é se depois da cirurgia minha fertilidade sera mais baixa? pois ja tento engravidar a 4 anos, mas devido a varios cistos que tive ainda não consegui realizar meu sonho de ser mãe, e depois da cirurgia, com o cisto ja retirado, quanto tempo leva para eu estar completamente disponivel para engravidar?
    Desde ja muito obrigada por todas essas informações proporcionadas...
    Um beijo a todasss

    ResponderExcluir
  123. Olá, Renata! Bem-vinda ao nosso blog! A cirurgia para retirada do endometrioma de ovário costuma ser relativamente tranquila, pois é feita por Videolaparoscopia que é um procedimento "minimamente invasivo". Entretanto, sabe-se pela literatura médica que mulheres que apresentam endometriomas de ovário tem maiores riscos de apresentar também outras lesões de endometriose em outros órgãos. Portanto, antes mesmo de se submeter à cirurgia para retirada do endometrioma, vale a pena realizar exames de imagem especializados (ultrassonografia transvaginal com preparo intestinal ou a ressonância magnética) para investigar se há outros possíveis focos de endometriose alojado em sua pelve. Isto é importante para que o cirurgião possa preparar sua cirurgia, de forma a tratá-la de uma vez só, sem a necessidade de repetidas cirurgias. Em relação à fertilidade, esta é uma grande questão entre os médicos de Reprodução Assistida, pois sabe-se que todas as vezes que os ovários são manipulados existe a possibilidade de perda de reserva ovariana, prejudicando a fertilidade da mulher. Entretanto, em alguns casos, a cirurgia é necessária, e daí, cabe ao médico-cirurgião tentar preservar ao máximo os seus ovários e demais órgãos reprodutivos. Por isto é muito importante estar sendo tratada por um especialista. Além disto, durante a cirurgia, o médico deverá avaliar seus órgãos pélvicos, principalmente as tubas uterinas, para saber se estão livres e desobstruídas, condição importantíssima para as tentativas de gravidez natural. Agora, como você apresenta um histórico de infertilidade com 4 anos de tentativas, mesmo após a cirurgia, seria interessante consultar-se com um especialista em Reprodução Assistida, pois muitas vezes é a melhor forma para alcançar a gravidez. Entretanto, estando tudo "ok" com suas tubas e demais órgãos reprodutivos, você pode voltar a tentar engravidar logo após a recuperação da cirugia, que geralmente dura de 15 a 20 dias. Mas, tudo isto deve ser cuidadosamente conversado com o seu médico, para que não fique nenhuma dúvida em aberto! Espero vê-la logo, logo gravidinha, viu? Beijossss

    ResponderExcluir
  124. Oi meu nome é Fernanda!

    O que seria uma imagem hipoecoica? isso apareceu no meu us pelvico, no fundo de saco de douglas.....depois de um tempo não apareceu mais nos exames..Estou preocupada!

    Será a endometriose no f.s .douglas ?

    Obrigada! Tenha um bom dia!

    ResponderExcluir
  125. Oi, Fernanda! Bem-vinda ao nosso blog! Bom, o termo "imagem hipoecóica" é utilizado pelos médicos radiologistas (aqueles que fazem os nossos exames de imagem) para designar uma imagem que emitiu pouco "eco" ao ser encontrada pelo ultrassom. Para entender melhor podemos separar a palavra "Hipoecóica" em "Hipo", que quer dizer "pouco" e "ecóico" que quer dizer "eco". Geralmente, imagens assim, são mais líquidas que sólidas. No entanto, para saber exatamente do que se trata, é preciso mostrar seu exame ao médico que te acompanha e que conhece bem o seu histórico, pois ele saberá avaliar se pode ou não ser algo sugestivo de endometriose. Ok? Beijossss

    ResponderExcluir
  126. Na próxima segunda feira dia 01/08 farei uma cirurgia para a retirada do ovario esquerdo por causa de um endometrioma. Conversei com meu médico se tinha como fazer uma laparoscopia, e, ele disse que não que o melhor é a cirurgia porque elimina o mal pela raiz. Sendo que o endometrioma pode deixar varios fuliculos em outros orgãos que qdo pequeno não é diagnostica em nenhum exame de imagem.

    ResponderExcluir
  127. Ola amigas,muito obrigada pela ajuda!
    Vou pesquisar direitinho.
    Estou muito desanimada e com um pouco de receio(medo) da cirurgia,pois ate entao nunca tinha ouvido falar dessa doenca.
    Mas se Deus quiser,logo estarei livre dessas dores terriveis.
    beijos a todas.

    ResponderExcluir
  128. Fiz ecografia transvaginal tenho um cisto no ovario direito 5,0x4,9x4,2cm volume 53,5cm fui a ginecologista que indicou cirurgia.Estou hoje aguardando o encaminhamento ja que foi agendado pelo SUS e em outro Hospital analisarem melhor tambem tenho uma inflamação no útero.Sinto dor no lado direito constante me incomoda muito no meu dia a dia.Gostaria de saber se for o caso de cirurgia será feita a retirada do cisto ou ovario tambem.Dsde ja agradeço..

    ResponderExcluir
  129. Oi Loana fiz essa mesma cirurgia que vc vai fazer,alias recebi alta hj, minha cirurgia foi feita no dia 1/8.
    Eu estava com o problema parecido com o seu só que no ovario esquerdo, meu médico tirou todo o ovario do lado esquerdo, estou com dores ainda por causa da cirurgia. Meu médico disse que como eu ainda tenho o ovario direito eu posso engravidar daqui a 6 meses, na cirurgia ele me disse que percebeu que meu utero esta colado no meu intestino devido a uma endometriose antiga que nem eu sabia. Por isso ele me orientou engravidar depois de 6 meses pra uma melhor recuperação. Quando eu tirar os pontos daqui á 10 dia ele ja vai começar um tratamento com progesterona e depois da "gravidez" ele irá corta minha mestruação de vez, ele disse que seu eu mestruar novamente e sentir colicas voltaria tudo novamente o endometrioma.

    ResponderExcluir
  130. Olá meu nome e Rosangela,descobri que tenho corpo luteo hemorrágico no ovário esquerdo e mioma.gostaria de saber mais,Quais são os tratamentos e cirurgias,Queria saber também se e grave.
    Imail:giovanny123gatinho@hotmail.com

    ResponderExcluir
  131. Olá, Rosangela! Então, seu médico precisa avaliar seus exames para lhe dizer quais são as suas opções. O "corpo lúteo hemorrágico", por exemplo, pode se resolver sozinho nos próximos ciclos, pois faz parte do processo de ovulação normal e pode acontecer quando o cisto de corpo lúteo se "enche" de sangue. Se ele persistir e ficar muito grande, daí sim merece uma avaliação cuidadosa do médico para tomar os procedimentos necessários, que às vezes é o uso de Anticoncepcionais ou da própria cirurgia. Quanto ao mioma, este sim pode precisar de cirurgia ou mesmo de um tratamento medicamentoso, isto vai depender do tamanho, do local aonde se encontra, do seu desejo de gravidez, entre outros fatores. Ambos os problemas merecem atenção médica, portanto não deixe de consultar seu ginecologista! Espero que fique tudo bem! Bjsss

    ResponderExcluir
  132. Venho dividir com vcs o meu sofrimento. As minhas dores pioraram. São 30 dias de sofrimento, ao ponto de nem andar direito, nem fazer nenhum esforço. Ter que levantar da cama chorando e passar o dia se entupindo de analgésico que não surtem nenhum efeito. Além de conviver com pessoas que acham que tudo isso é frescura.
    Ao ir ginecologista ela me apresentou que poderia ser uma infecção urinaria, alguma coisa no rim. Pois a endometriose não causa febre nem dores abdominais. Já li e reli os post desse blog e verifiquei como é difícil o diagnostico.
    Sai do consultório com receituário de vários exames básicos: hemograma, uma urocultura e uma cultura de secreção vaginal. Por eu muito insistir ela solicitou o CA 125, mas faz 10 dias que mestreei será que o resultado não será alterado ???
    Estou precisando muito de uma orientação!!

    ResponderExcluir
  133. Oi, Mariana! Realmente não é fácil conviver com as dores sem um diagnóstico correto. E a Endometriose é uma doença difícil de se diagnosticar, por vários motivos. Um deles é que muitos sintomas da endometriose são parecidos com outras doenças mais comuns, e é relativamente normal que os médicos pensem primeiro nas "doenças mais comuns" do que em endometriose, o que aliás, eu acho um erro! Com certeza, se uma paciente se queixa de dores pélvicas, especialmente durante a menstruação, que são ao ponto de não deixá-la sair da cama, então a primeira coisa que deverá ser investigada é mesmo a Endometriose. Agora, é sempre bom fazer todos os exames, para descartar as demais doenças. Sobre a endometriose, o correto seria fazer o CA125 nos três primeiros dias da menstruação. Fora disto, este marcador não terá muita validade. Entretanto, o CA125 não é o melhor método para levantar a suspeita de endometriose. O melhor é mesmo os exames de imagem com especialistas em endometriose: a ultrassonografia com preparo intestinal e a ressonância magnética. Estes sim, conseguem diagnosticar corretamente a doença, quando realizados por médicos especialistas. Vale a pena pedir à sua médica que lhe dê guias para fazer estes exames! Espero que tudo se resolva! Beijosss

    ResponderExcluir
  134. Ola na minha ultra-son deu polipo,cisto no ovario esquerdo.O medico sugere uma videohisterocopia,para completa o meu marcador CA125 esta muito alterado estou muito preocupada o que vcs acham disso?

    ResponderExcluir
  135. Amiga, penso que você deve realizar sim a videohisteroscopia para avaliar melhor e também tratar o pólipo. Além disto, como o seu CA125 deu alterado, vale a pena realizar uma Ultrassonografia Transvaginal com Preparo Intestinal (realizada por médicos especialistas) para melhor avaliar seus ovários e outras regiões de sua pelve, a procura por focos de endometriose. Se não for possível realizar este exame, vc também pode realizar uma Ressonância Magnética da pelve, que é execelente exame para avaliar os cistos no ovário (que aliás, podem ser de diferentes tipos, até mesmo funcionais, quer dizer, normais). O importante é investigar tudo direitinho para que o médico saiba como te tratar! Faça todos os exames que puder! Espero que dê tudo certo! bjsss

    ResponderExcluir
  136. Olá boa Noite...ja postei uma mensagem anterior aqui, sobre uma gravidez q tive somente por 4 semanas, e que durante o ultra foi visto 2 cistos, um no ovário D e outro no E, com um prévio diagnóstico de endomentrioma, pois bem, dias depois, eu tive um aborto espontâneo, que irá fazer 1 mês ainda. Fiz mais um ultrav, mas,a médica me disse que não poderia dizer que era mesmo um endometrioma, pois deveria ser feito USG seriados e tal, mas, infelizmente o retorno o médico eu perdi, e por conta propria, semana passada resolvi coletar uma série de exames, hormonais e também o CA 125, hoje eu peguei os resultados e pra ajuadar o CA 124 veio com o resultado alterado no valor de 104,7ml/U, na hora eu fiquei apavoradissima e acho que ainda estou, preciso de uma luz! Entrando na net, vi vários foruns, onde, em um deles, uma moça relatou que o médico dela disse que somente podemos considerar CA de ovário ou endométrio, quando o resultado é muito alto, ou seja, acima de 300/400. Mas, posso considerar endometriose em estágio avançado? Será que deu alterado, pois acabei de sair de uma gestação. Estou sem convênio e ainda não consegui marcar um GO, preciso de uma luz!

    Adriana

    ResponderExcluir
  137. Oi, Adriana! Pelo que entendi não tem um mês que você sofreu um aborto, não é mesmo? E o CA125 você realizou quando estava menstruada? Bom, de todo modo, o CA125 é um marcador que pode se apresentar elevado em diversas ocasiões, uma delas é na gravidez e no abortamento. Como ainda é recente seu aborto, o Ca125 pode ter dado elevado por isto. Entretanto, também pode indicar que você tem Endometriose. E não necessariamente em estágio avançado. Para saber melhor, você precisaria realizar uma Ultrassonografia especializada com preparo intestinal ou uma Ressonância Magnética da pelve, pois estes exames sim lhe darão um diagnóstico melhor sobre o que pode estar acontecendo. Portanto, é importantíssimo que vc consiga uma consulta com o GO, pois só ele pode avaliar melhor o resultado do exame, junto com a sua história clínica. Se puder dar um jeitinho de conseguir a consulta, seria ótimo, pois vc conseguiria tirar suas dúvidas e ficar mais calma. Espero que tudo se resolva! Bjssss

    ResponderExcluir
  138. OI MEU NOME É ALINE TENHO 21 ANOS E DESCOBRI HÁ ALGUMAS SEMANAS QUE POSSUO ENDO, FOI UM CHOQUE PRA MIM,POIS NÃO CONHECIA A DOENÇA,ENTÃO NO PRIMEIRO INSTANTE ME VI DESESPERADA, MINHA DOENÇA ESTA AVANÇADA POIS O CISTO DO OVÁRIO ESQUERDO ESTA MAIOR QUE MEU ÚTERO ISSO ME ASSUSTOU POIS SOU MUITO JOVEM E AINDA NÃO REALIZEI MEU SONHO DE SER MÃE, FIQUE MUITO TRISTE QUANDO O MÉDICO ME ACONSELHOU A CIRURGIA PARA RETIRADA DO CISTO NUNCA ME IMAGINEI NESTA SITUAÇÃO, HÁ 1 ANO E MEIO VENHO TENTADO ENGRAVIDAR MAS SEM SUCESSO MINHA MENSTRUAÇÃO CHEGAVA A ATRASAR ISSO ME DAVA ESPERANÇA MAS DEPOIS DE US QUINZE DIAS ELA VINHA PERDIA O CHÃO QUERIA QUE VCS ME FALASSEM PALAVRAS AMIGAS E ME ESCLARECESSEM QUAIS AS POSSIBILIDADES DE EU NUNCA PODER ENGRAVIDAR E QUANTO TEMPO APÓS A CIRURGIA DEVO TENTAR ENGRAVIDAR UM PERÍODO SEGURO TANTO PARA MIM QUANTO PARA O BEBÊ POIS APÓS A CIRURGIA O MÉDICO DISSE DE UM TRATAMENTO QUE DEVEREI FAZER QUE TIPO DE TRATAMENTO É ESTE?
    COMO VIRAM MINHAS DÚVIDAS NÃO SÃO POUCAS ESPERO QUE POSSA ME AJUDAR!!!!OBRIGADA!!!BJS

    ResponderExcluir
  139. Oi, Aline! Imagino sua preocupação diante do diagnóstico da endometriose! Realmente, é uma doença que mulher nenhuma quer ter! Mas, calma! Você tem uma grande vantagem: é nova!! E isto é muito, muito bom! Claro, que não é bom ter endometriose, mas o fato de descobrir o diagnóstico agora, lhe dará tempo para se tratar e depois tentar engravidar, com a vantagem de ter óvulos "jovens", o que traz boas chances de sucesso.
    Porém, é importantíssimo que você esteja sendo acompanhada por um especialista em endometriose, especialmente se você tiver que fazer a cirurgia. O especialista é importante pois é ele quem vai saber lhe indicar o tratamento adequado, levando em consideração seu desejo de engravidar. É ele também que saberá fazer uma cirurgia de forma que preserve ao máximo todos os seus órgãos, tentando recuperá-los, para que vc consiga engravidar posteriormente. Lembre-se que nem todas as portadoras de endometriose apresentam infertilidade. Muitas engravidam, às vezes, até naturalmente! Outras vezes é preciso uma "ajudinha" da Reprodução Assistida, mas existem muitos casos de sucesso, especialmente em meninas jovens como vc! Quanto ao tratamento, bom, isto varia de caso para caso. Não há um único tratamento para as portadoras de endometriose, e por isto, é muito importante manter uma relação de confiança com o seu médico, para poder ter a liberdade de lhe perguntar todas as suas dúvidas. Um bom médico saberá tranquilizá-la e lhe dar segurança. No mais, conte conosco e informe-se bastante sobre a doença! Tudo vai dar certo!!! Beijossss

    ResponderExcluir
  140. Vou realizar uma cirurgia do ovario nesta SEXTA 19/08/11 ESTOU AFLITA POIS NUNCA FIZ CIRURGIA EM TODA MINHA VIDA.ME ESCLAREÇAM URGENTE COMO É REALIZADA, DEMORA PARA SE RECUPERAR ,SE TEM DORES...ESTOU COM MEDO E ANCIOSA...AGUARDO BREVE RESPOSTAS E OBRIGADA POR VOCÊS NOS AJUDAREM!!

    ResponderExcluir
  141. Oi Samanta fiz essa cirurgia que vc vai fazer retirei o ovário esquerdo e a trompa esquerda. Minha cirurgia foi dia 01/08/11 ou seja a 17 dias atras
    senti dores nos primeiros três dias, quando sai do hospital o médico me receitou Biprofenid, tem uma semana que ja não tomo mais nenhum remédio, e estou sem dores, sinto so um pouquinho de incomodo aonde estava os pontos, mas meu médico disse que é normal que eu iria sentir esse incomodo por uns 4 meses. Boa sorte na sua cirurgia e Que Deus abençoe os médicos que vão te operar. Fica com Deus.

    ResponderExcluir
  142. Oi, Samanta! Imagino a sua preocupação! Mas, tente ficar tranquila. Se você for submetida a uma Videolaparoscopia (cirurgia minimamente invasiva, aonde você receberá pequenos cortes de até 1cm na "linha da calcinha" e no umbigo), então a sua recuperação pode ser rápida e em breve você poderá retornar às suas atividades normais. Se você for submetida a uma cirurgia de Laparotomia, quer dizer, aquela em que se faz uma incisão em sua barriga (como se fosse uma cesária), então a sua recuperação poderá ser um pouco mais demorada e exigir maiores cuidados.
    Ah! E conforme comentou acima a nossa amiga Luciana, é normal sentir um pouco de dor após a cururgia, mas o médico certamente te receitará um medicamento adequado para o controle desta dor. Aliás, o médico é seu maior aliado nesta hora! Não se acanhe em perguntar-lhe tudo o que vc tiver vontade de saber, mesmo antes de fazer a cirurgia! Isto a fará sentir-se mais tranquila e segura!
    No mais, fique confiante, pois tudo dará certo! Estaremos torcendo por vc! bjsss

    ResponderExcluir
  143. meu nome é Eliana
    Ola senti uma forte dor no abdome e fui ao medico fiz uma ultrasom e uma trasvaginal e o medico descubriu que o meu cisto tinha rompido e teve que retirar o liquido mas deu tudo certo e agora posso engravidar normal????

    ResponderExcluir
  144. Oi, Eliana! Bom, seu médico saberá orientá-la sobre as tentativas de gravidez. Se ele tratou do seu cisto e ficou tudo certinho, e se vc não tiver nenhum outro probleminha para engravidar, então acredito que vai conseguir engravidar normalmente sim! Se preferir, pode solicitar ao médico alguns exames para saber como está a sua fertilidade. Vc pode fazer os exames hormonais e também o Raio X das Trompas (Histerossalpingografia), e claro, não deve se esquecer de pedir para o maridão realizar o espermograma! Espero que dê tudo certo e que logo, logo vc apareça aqui gravidinha! bjsss

    ResponderExcluir
  145. Vou fazer no dia 12 de setembro uma cirurgia para retirada de um cisto que esta do tamanho de uma laranja diz o médico ao analizar meu exame.Pois antes de realizar a cirurgia me pediram para realizar coleta de sangue, urina e eletro do coração tais exames são necessarios porque?Qual a relação com a cirurgia se der negativo....LUANA SANTOS

    ResponderExcluir
  146. Olá, Luana! Os exames que o seu médico pediu antes de realizar a cirurgia são extremamente importantes e necessários. Isto porque quando a cirurgia requer anestesia, como será o seu caso, é importante que o médico solicite à paciente que faça os exames para saber o "risco cirúrgico". O "risco cirúrgico" é um protocolo que analisa se você está preparada para a anestesia e a cirurgia, e geralmente os exames pedidos são: RX do Tórax (avalia coração e pulmão), ECG (eletro p/ avaliar alterações no coração), hemograma completo, exames bioquímicos, exames de coagulação, exame de urina, e alguns médicos também pedem exames para HIV e outras doenças. Nem sempre é necessário realizar todos estes exames, e geralmente é o médico cirurgião quem decidirá quais exames ele julga necessário serem realizados de acordo com o paciente. Se você apresentar alguma alteração importante em algum destes exames, pode ser que o médico opte por primeiro "corrigir" o problema apresentado, para depois realizar a cirurgia. Portanto, de certa forma, realizar estes exames traz uma certa segurança, tanto para o cirurgião, como para o anestesista e também o paciente! Espero que tudo dê certo em sua cirurgia!!! Beijosss

    ResponderExcluir
  147. AGRADEÇO por tirar minhas duvidas,vocês são de grande alto ajuda gosto muito deste blog.Por gentileza tbém gostaria de saber se a anestesia é local ou geral ou se o médico decide na hora e quanto tempo demora para ser realizada uma cirurgia.Beijos a todas do Grupo de Apoio.LUANA

    ResponderExcluir
  148. Oi, Luana! Ficamos felizes em estar ajudando, pois esta é a idéia mesmo! Então, se o procedimento que vc vai fazer for por videolaparoscopia, a anestesia necessariamente precisa ser a "geral", pois neste tipo de cirurgia o médico infla a barriga com um gás, de forma que ajude em uma melhor visualização dos órgãos. Por isto, é utilizada a anestesia geral, já que é necessário a intubação. Quanto ao tempo da cirurgia, é variável, depende dos procedimentos que serão realizados, das dificuldades encontradas, entre outros fatores. Normalmente, demora entre 2 a 3 horas contando desde o momento que vc toma a anestesia até o momento que volta para o quarto. E se tudo correr bem, vc vai ficar no máximo 2 dias no hospital! Vai dar tudo certo!!! Boa sorte!! Bjssss

    ResponderExcluir
  149. OI meninas eu sou Aline tenho 27 anos e descobri que tenho endo em 2009 foi quando fiz a videolaparoscopia e comecei a tomar depoprovera, mas em março deste ano as dores começaram denovo,fiz uma eco e apareceu endometriomas e o medico disse que é comum para quem tem endometriose.Só que as dores estão cada vez mais fortes e estão afetando o meu dia a dia,estou desesperada porque não sei ao certo se com esta depoprovera as dores vão parar, também queria saber se vcs sabem o nome de algum medico aqui do rs de preferencia de Porto Alegre que seja especialista neste assunto, aguardo resposta,bjs.

    ResponderExcluir
  150. Ola;pode me ajudar..?tenho nódulo no ovario direito,,fiz um ultravaginal,,e por minha conta e levei a uma ginicologista,,e ela disse ki naum vai crescer e é normal..tenho dores,,pelvicas do lado direito antes de menstruar,,e minha mentruação é de cor chocolate no 1ºdia e tive dificuldade para engravidar do meu 1ºfilho..será que que vai crescer este nódulo???Obrigada desde ja,,,

    ResponderExcluir
  151. oi! tenho 26 anos 6 de casada e ñ tenho filho que é um sonho retirei o ovario direito a um ano por causa de endo e agora apareceu outro do la esquerdo o ginec indico q procurasse um especialista em reprodução humana mas pelo q vir no seu site tem tratamento por favor que medico devo procurar? onde encontro? me ajude!
    Desde já agradeço
    Itagua - Rj

    ResponderExcluir
  152. OI! Postei um comentário no dia 24/08 e preciso muito que vc me responda desculpe a pressa estou desesperada são muita dores preciso de um medico e ñ sei onde encontra.
    Itaguai - Rj

    ResponderExcluir
  153. Oi, amiga (de Itaguai). Desculpe-nos a demora em lhe responder! Pelo que entendi vc está com um novo endometrioma no ovário esquerdo, certo? Bom, como você sente muitas dores, o correto seria procurar um especialista em endometriose. Ele saberá lhe orientar sobre a necessidade ou não de se fazer a cirurgia. Isto porque algumas vezes os médicos preferem não mexer no ovário, pois existem riscos de perder a reserva ovariana, e prejudicar as tentativas de engravidar. Porém, cada caso é um caso, e só mesmo o médico pode avaliar. Podemos lhe indicar especialistas na cidade do Rio de Janeiro, na rede pública, existem dois hospitais que prestam este atendimento: o Instituto Fernandes Figueira, e também o Hospital Pedro Ernesto, da UFRJ. Você também pode entrar no site do "Movendo", pois existem boas indicações de médicos: www.portaldaendometriose.com.br
    Você ainda pode enviar um e-mail para as Endoamigas do Rio de Janeiro, pois elas podem lhe dar mais opções de médicos: endoamigas@gmail.com
    Se não conseguir, entre em contato conosco novamente, ok? Beijosss

    ResponderExcluir
  154. Muito Obrigada, por me responderem. Vou entra em contato com os canais q vocês indicaram estou certa q encontrarei um saída. Jesus continue abençoando e dando forças a vocês pra tá assim ajudando outras que necessitem.
    Muitíssimo obrigada!
    Bjs. Amiga Itaguai

    ResponderExcluir
  155. Oi, Aline! Vamos tentar encontrar um contato de um médico especialista para você em Porto Alegre, pois é sempre bom acompanhar a evolução deste endometrioma, especialmente se vc está sentindo dores. O importante, durante este período, é mesmo suspender a menstruação. Muitas mulheres usam a Depoprovera como forma de tratamento, alguns se sentem bem, outras não. Depende muito de cada organismo. O fato é que se a dor não melhorar, mesmo em uso da medicação, é necessário sim marcar nova consulta com o médico para realizar nova avaliação! Ok? Espero que fique bem! Bjsss

    ResponderExcluir
  156. Olá, amiga! (Anônimo) Em relação ao "nódulo" no ovário...na verdade, existem diferentes tipos de cistos que podem aparecer no ovário. Quando são cistos funcionais (quer dizer, aqueles que se formam naturalmente em decorrência do ciclo menstrual) tendem a desaparecer após um ou dois ciclos. É importante fazer um acompanhamento ultrassonográfico mensal para avaliar se o cisto sumiu ou progrediu, assim é possível ter certeza de qual tipo de cisto se trata. Agora, se você tem sentido dores antes e durante as menstruações, então torna-se necessário fazer uma pesquisa específica sobre a presença de endometriose, pois quanto antes for diagnosticada, maiores as chances de sucesso no tratamento! Não perca tempo! Procure o médico é peça-lhe para fazer exames específicos para a endometriose! Beijosssss

    ResponderExcluir
  157. Oi, meu nome é Renata.
    Bom estou fazendo alguns exames para a retirada de um cisto no ovario esquerdo (endoetrioma)medindo 6,7 cm. em um dos exames, Ultrassonografia Pélvico Transvaginal com Doppler, a conclusão foi: _ùtero com alterações ecotexturais sugestiva de adenomiose.
    _cisto ovariano á direita com caracteristicas ecograficas e dopplervelocimetricas hemorrágicas.
    _cisto ovariano á esquerda com caracteristicas ecograficas e dopplervelocimetricas endometrióticas.
    Gostaria muito que vc pudesse me esclarecer oq significa, quais os tratamentos e se isso afeta minha fertilidade, principalmente essa adenomiose no útero.
    Peço por favor que me responda pois o retorno com meu médico (cirurgião) vai demorar um pouco e estou muito aflita.
    Desde já muito obrigada mesmo!

    ResponderExcluir
  158. Olá pessoal!Eu descobrir pela ultra que tenho um cisto 0,06 cm classificado como Endometrioma fiquei preocupa, eu tenho DIU será que foi ele que causou isso?por que a 7 meses atrás quando eu coloquei o DIU eu não tinha isso.Será que alguém pode me ajudar a esclarecer minha dúvida eu só tenho 22 anos e tenho medo de ficar infértil.

    ResponderExcluir
  159. Descobri o blog pois tbem estou pasando por problemas e gostaria de uma opinião, fiz um cirugia pra retirada de um cisto (esta atraves da vidio laparoscopia) então minh médica disse que verificou que eu não tinha endometriosse mas o laudo do cisto veio como cisco endometriottico, então ela me rceitou zoladex 3.6. agoro pergunto e possivel ela não ter visto nada da doença e este cisto ser de endometriosse, nunca senti nada de dor na relação e nem colicas sintomas estes de endometriosse, o zoldex neste caso e a melhor opção não teria algo mnais em conta pois infelismente não tenho como adquirir o mesmo neste momento pelo valor elevado do médicamento.

    emanuela..

    ResponderExcluir
  160. Olá, Emanuela! Bom, a videolaparoscopia é considerada "padrão ouro" no diagnóstico da endometriose, inclusive das lesões superficiais. Entretanto, é possível que você só tenha desenvolvido a endometriose ovariana, ou seja, um endometrioma. Apesar de que existem pesquisas que demonstram uma forte relação entre pacientes que apresentam endometriomas ovarianos e focos de endometriose em outros órgãos, como o intestino. Porém, se a sua médica fez uma boa inspeção e não encontrou outros focos, então é provável que vc só tenha tido mesmo este endometrioma, que certamente foi retirado na cirurgia. Quanto ao uso do Zoladex, isto depende da conduta de cada médico. Existe, atualmente, pesquisas indicando que se há o desejo de engravidar, então a mulher deve tentar a gravidez logo depois da cirurgia, sem usar o Zoladex, pois está comprovado que as chances de gravidez são maiores logo após a videolaparoscopia. Entretanto, quando a paciente apresenta muitos focos da doença, estando mais avançada, o Zoladex entraria como um coadjuvante ao tratamento, com a finalidade de complementar o trabalho cirúrgico, e tirar a dor da paciente. Mas, existem outras maneiras de se prevenir um retorno da doença, sem necessariamente usar o Zoladex. Você pode tomar AC contínuo, ou até mesmo utilizar o "Mirena" (DIU de progesterona). Converse com sua médica a respeito, e se ela achar que o melhor para você é utilizar o Zoladex, então saiba que você NÃO precisa comprá-lo! O Zoladex é um medicamento de alto custo fornecido pelo SUS. Informe-se na sua cidade como solicitá-lo sem qualquer custo! Ok? Beijossssss

    ResponderExcluir
  161. Edna, é importante que você consulte seu médico. Muitas vezes o endometrioma que surgiu já estava ali, antes mesmo do uso do DIU. Aliás, qual tipo de DIU vc usa? Geralmente, o mais recomendado para quem apresenta endometriose, é o DIU de progesterona, mais conhecido como Mirena. O DIU de cobre pode não ser muito adequado. Como é um cisto ainda muito pequeno, fique tranquila, e faça um acompanhamento direitinho com o médico, para observá-lo. Se for o caso, o médico poderá trocar o DIU por outro método contraceptivo, por isto marque a consulta e tire todas as suas dúvidas! Ok? Beijosss

    ResponderExcluir
  162. Oi, Renata! Os cistos ovarianos de endometriose (os endometriomas) podem atrapalhar bastante nas tentativas de gravidez. Se vc está se preparando para a cirurgia, este é o caminho certo, inclusive para recuperar a sua fertilidade. Durante a cirurgia, o médico poderá também realizar um exame chamado Histeroscopia, onde ele conseguirá olhar dentro do seu útero e verificar a respeito desta suspeita de adenomiose. Porém, o mais importante é que ele faça uma "limpeza" geral na sua pelve, não apenas retirando o endometrioma no ovário esquerdo, mas também observando se existem outros focos ou nódulos da doença, pois são muito prejudiciais para a fertilidade. Quanto à adenomiose, pode ou não dificultar a gravidez, entretanto, existem mulheres que conseguem engravidar mesmo apresentando uma hipótese diagnóstica de adenomiose. Siga com a cirurgia, peça para o médico tirar o máximo de focos que encontrar, e se for possível, já realizar a histeroscopia no mesmo dia, assim, vc já faz um trabalho completo, para ficar pronta para engravidar! Desejo que tudo dÊ certo! Beijossss

    ResponderExcluir
  163. Oi gostaria de ajuda. Meu nome é Dulci e desde 2004 passei por dores fortes na menstruação com desmaios e desinteria.Até hj meus medicos passam analgesicos, agora q consegui agendar um novo medico para ver se é endometriose.Eu queria saber se a endometriose dá muitaaaaa dor nas costa, pq e unão consigo ficar deitada nem de barriga para cima e nem para baixo. Bolsa de água quente melhora um pouco, mas não consigo dormir. E de dia a dor é pontada no lado esquedo e nas costa e não posso ficar de pé e nem andar por muito tempo. Como vai demorar a consulta teria como vcs me ajudarem? Obrigada

    ResponderExcluir
  164. Oi, Dulci! Bem vinda ao nosso grupo! Bom, sentir dores fortes durante a menstruação, a ponto de desmaiar NÃO é de forma alguma algo "normal" e merece sim a investigação para a endometriose, pois este é um dos principais sintomas da doença. Sobre as dores que você relata sentir nas costas, podem ter muitas causas, inclusive que nada tenham a ver com a endometriose. Entretanto, descartando todas as causas possíveis, se ainda continuar com dor, e se for uma dor que piora durante o período menstrual, é provável que seja da endometriose, pois algumas meninas que apresentam focos em determinadas regiões da pelve, como por exemplo, nos ligamentos útero-sacros, podem experimentar estas dores nas costas, pois acaba irradiando. Ás vezes, algumas meninas relatam também sentir dores nas pernas. Além disto, existem casos, mais raros, de endometriose nos nervos pélvicos, que também pode causar este tipo de dor. Por isto, é importante que vc se consulte com um especialista em endometriose para que ele possa lhe pedir os exames adequados e investigar a possibilidade de vc ser portadora ou não de endometriose. Se for, saiba que a doença tem tratamento e quanto antes vc iniciar, melhor! Espero tê-la ajudado! Beijosssss

    ResponderExcluir
  165. olá, a mais de um ano sofro com dores (colicas) no periodo menstrual, mudei de medico que apos alguns exames e tendo como exame final ate o momento, fiz uma ressonacia m. pelve e teve a seguinte constatação . laudo:

    1. adenomioseuterina com adenomioma corporal póstero lateral direita.

    2.endometriose superficial no fundo de saco anterior e posterior, e ao redor do ovario esquerdo.

    3.endometriose ligamentar-uterossacro esquerdo.

    4.ovario esquerdo com sinais de aderencia com o utero.

    segundo meu medico seria necessario cirurgia e a mais indicada atraves de video.também existe a alternaiva de a colocação de um aparelho (diu) ou algo assim para que cesse a menstruação.

    gostaria de saber se existe um tratamento alternativo sem a necessidade de intervenção cirurgica? ou no meu caso isso se resolve apenas com a cirurgia?. outro problema é que aqui no interior a UNIMED nao cobre esse ipi de cirurgia, vi nos comentarios do Dr. Edvaldo,será que por video ele faz essa cirurgia? obrigada até o momento. abraços fraternos e parabéns pelo blog

    ResponderExcluir
  166. Olá meu nome é Rose queria uma ajuda.Tomei a Depo-provera agosto/2010 nov/2010 e ai saiu do mercado. Não tomei mais nada ate hj e ainda não veio o fluxo, só um spoting dia 02/agosto 2011.Tenho umas pontadas no lado esquerdo e nas costas, nunca fiz nenhum exame que constasse endometriose, quais seriam os exames antes de uma vídeo? Queria parabenizar o blog, continuem sempre assim, pois está MARAVILHOSO. "PARABÉNS" E muito obrigada.

    ResponderExcluir
  167. Olá tenho Cisto de Chocolate no Ovário esquerdo ja fiz uma Video mas voltaram, estou fazendo o uso de AC continuo diminuiu , mas acho que vou ter que voltar a fazer a video. Gostaria de SAber se vc conhecem algum especialista em Santos em Endo ? Obrigado

    ResponderExcluir
  168. ola a tres anos atras fiz uma cirurgia e foi retirado o endometrioma e meu ovario direito, fiquei muito triste pois pensei que iria ficar esterio, mas um ano depois da cirurgia fiquei gravida e hoje tenho meu filho de dois anos e meio e tomo deprovera para nao menstrua, pois tenho medo que tudo volte.

    ResponderExcluir
  169. Olá, amiga! (Para a amiga que enviou o resultado da ressonância): Então, realmente, em alguns casos, somente a cirurgia consegue melhorar o quadro de dores e infertilidade causado pela endometriose. Colocar o DIU Mirena, sem antes tratar os focos, poderá, apenas, postergar a cirurgia, e não resolverá o problema. Aliás, nenhum medicamento, até o momento, é capaz de eliminar os nódulos, aderências e inflamações causadas pela endometriose. A cirurgia ainda é o melhor caminho! Falando em cirurgia, realmente é geral este problema com relação aos planos. Eles não querem custear o procedimento e dão mil desculpas para não arcar com isto. O fato é que se vc possui o plano há mais de 2 anos, então tem direito sim a realizar a cirurgia com a cobertura do plano. Algumas vezes, é necessário pagar um adicional ao médico cirurgião, mesmo quando ele faz parte do plano de saúde, pois geralmente, para esta cirurgia é levada uma equipe de médicos, e nem sempre todos são associados ao plano. O Dr. Edvaldo Cavalcante, da Clínica CPCG, que nos apoia, realiza esta cirurgia sim. Se desejar, agende um visita com ele (diga que veio indicada pelo GAPENDI), os contatos estão no site: www.cpcg.com.br
    Espero que tudo dê certo para vc! Bjssss

    ResponderExcluir
  170. Olá, Rose!!! Obrigada e seja sempre bem vinda em nosso grupo! Pelo que entendi vc deixou de tomar a Depoprovera em Novembro do ano passado, e até hoje ainda não menstruou? É isto? Pelo tempo que você ficou sem a medicação, já era para ter "descido" a menstruação. Seria bom vc marcar uma consulta com o seu ginecologista para explicar-lhe esta situação. Ele poderá pedir-lhe exames hormonais, e também alguns exames de imagem, como a ultrassonografia transvaginal e a ressonância magnética da pelve. Aliás, estes são dois exames muito indicados antes de se realizar uma videolaparoscopia. É importante você conversar com seu médico, ok? Beijão!!!!

    ResponderExcluir
  171. Amiga de Santos! Tudo bem? Então, infelizmente não temos, no momento, nenhum contato de especialista em Santos, ou litoral de São Paulo. Iremos pesquisar e quando tivermos uma indicação, passaremos para você! Os endometriomas são mesmo muito chatinhos e persistentes, mas é importante que vc seja operada por um especialista em endometriose, pois existem técnicas cirúrgicas específicas para remover o endometrioma, preservando o ovário, e evitando a reincidência. Entretanto, é muito importante suspender a menstruação, a menos, é claro, que tenha o desejo de engravidar! Espero que logo tudo se resolva! Beijossss

    ResponderExcluir
  172. Olá, amiga! Que bênção você ter engravidado! E está certíssima, mesmo depois da gravidez, você deve estar sempre atenta à endometriose, suspendendo a menstruação, e fazendo os exames periódicos para saber como está. Cuidando-se direitinho, poderá ficar assintomática por muitos anos, para ter saúde e cuidar do seu filhinho!! Bjssss

    ResponderExcluir
  173. Muito obrigada pela atenção.
    Vocês são MARAVILHOSOS em tirar tantas duvidas de pessoas aflitas em resolver o problema de saúde.
    Isso mesmo minha ultima Depoprovera foi em novembro e ainda não veio o fluxo, só spoting em 29 janeiro e 02 agosto/2011. Vou amanhã ao médico. Obrigada pela resposta. Rose

    ResponderExcluir
  174. Ola para todas,graças a Deus fiz a cirurgia neste dia 12/09/11 anestesia foi local levei 7 pontos,retirei um cisto + ovário e trompa direita.Novamente tirem minhas dúvidas minha menstruação foi dia 01/09/11 vou menstruar normal ou a cirurgia traz alguma mudança,em termos de gravidez terei dificuldades p engravidar só com 1 ovário futuramente.Muito obrigada pelo apoio a todas as mulheres,bjos e aguardo respostas.

    ResponderExcluir
  175. Oi, Luana! Que bom que fez a cirurgia e está bem! Pode acontecer da sua menstruação atrasar por conta da cirurgia, é normal! Ou ela poderá vir normalmente. Bom, o fato de ter tirado um ovário não necessariamente a impede de engravidar, pois estando o outro ovário em boas condições, vc pode produzir óvulos e conseguir engravidar. Talvez seja importante perguntar ao seu médico se necessitará de uma ajuda da Reprodução Assistida, ou se poderá tentar engravidar naturalmente! Tomara que dê tudo certo! Boa recuperação! Bjssss

    ResponderExcluir
  176. olá pessoal,estou postando aqui hj pq estou muuuuuito desanimada e cansada de tanta dor na minha vida! depois de 1 ano da insersão do mirena na tentativa de brecar uma endometriose infiltrativa profunda, tem 3 ou 4 meses q voltei a ter muitos sintomas e dores interminaveis.Fiz outra ressonância que apresentou dados novos como um endometrioma e aumento das antigas lesões.Tb fala assim:alça intestinal do reto inferior em íntimo contato coma lesão descrita aparentemente obliterando o fundo de saco posterior.ovário esq em íntimo contato com parede lateral esq.Vol: 49,9cc endometrioma 2,3cm.VIVIANE...CONTINUA

    ResponderExcluir
  177. VIVIANE...CONTINUAÇÃO
    Pois é.....o pior é q nem consigo ir na minha médica pois ela é mto ocupada e ainda não pode m e atender para conversarmos. OBS ,Já tenho 2 filhas e 37 anos.Sera q vcs saberiam me dizer se esse íntimo contato significa aderências.Será q o risco de obstrução intestinal aumentou pelo aumento das lesões retocervicais e essa alça posicionada onde não deve? Alguém pode me dar uma luz?!BJOS

    ResponderExcluir
  178. Oi eu tenho 24 anos, não tenho filhos ha 2 descobri que tenho endometriose, fiz a vidioloroscopia em abril desse ano, onde encontraram 3 cistos, 2 no ovario esquerdo e um no direito de origem endometrico e hoje descobri, que estou com endometriomas no ovario esquerdo e com a possibilidade da endometriose voltar, estou desesperada pq quero muito ser mãe. será que vou ter que fazer cirugia novamente? obrigada

    ResponderExcluir
  179. Olá! Em busca de esclarecimentos é que acabei parando por aqui!! Não li todas as dúvidas do blog, mas o suficiente para ver que as informações postadas são bem completas, seguem uma linha de raciocínio bem clara e trazem muitas dicas importantes para todas nós que estamos, muitas vezes, à beira de um ataque de nervos.

    Após avaliação da minha ressonância, meu ginecologista me informou que tenho endometriose profunda e que meu caso está gravíssimo e muito sério, mas a única coisa a ser feita seria tomar anticoncepcional para suspender a menstruação. Disse ainda que eu poderia operar se a endometriose estivesse em um único local, como por exemplo, ovário ou trompa, mas, como está espalhada por toda a pelve, a operação me traria um risco muito grande de a doença espalhar se sobrasse qualquer coisinha dentro de mim.

    Meu intestino já não funciona normalmente como antes. Às vezes fica solto, às vezes com dificuldade para soltar as fezes, que já não saem com formato normal (às vezes finas, às vezes em bolinhas e pedaços pequenos ou um amontoado de bolinhas – rs, desculpe-me pelos detalhes).

    Em consulta com um médico proctologista (procurei por causa de câncer de intestino na família) fiquei em choque ao escutar que isso, de a endometriose espalhar com a cirurgia, não existe e que na verdade eu deveria é trocar de médico! Este médico ainda falou que a cirurgia é bem complexa e que os médicos acabam não querendo operar através do plano de saúde (comentários que acabei lendo nesse blog - material descartável).

    Já estava certa de que não iria mais operar e que iria conviver com essa dor chata na barriga e agora escuto algo completamente diferente do que foi dito pelo meu ginecologista. Esta é uma situação muito difícil para nós pacientes, pois além da dor, precisamos tomar uma decisão sobre um assunto bem complexo, mas, muitas vezes, o que temos são apenas informações bem controversas. Ai, como é péssimo ser leiga!!

    Vocês podem me ajudar?

    Muito, mais muito obrigada mesmo pela paciência e pela ajuda a todas que buscam uma luz no fim do túnel.

    Abraço

    ResponderExcluir
  180. Olá! Em busca de esclarecimentos é que acabei parando por aqui!! Não li todas as dúvidas do blog, mas o suficiente para ver que as informações postadas são bem completas, seguem uma linha de raciocínio bem clara e trazem muitas dicas importantes para todas nós que estamos, muitas vezes, à beira de um ataque de nervos.

    Após avaliação da minha ressonância, meu ginecologista me informou que tenho endometriose profunda e que meu caso está gravíssimo e muito sério, mas a única coisa a ser feita seria tomar anticoncepcional para suspender a menstruação. Disse ainda que eu poderia operar se a endometriose estivesse em um único local, como por exemplo, ovário ou trompa, mas, como está espalhada por toda a pelve, a operação me traria um risco muito grande de a doença espalhar se sobrasse qualquer coisinha dentro de mim.

    Meu intestino já não funciona normalmente como antes. Às vezes fica solto, às vezes com dificuldade para soltar as fezes, que já não saem com formato normal (às vezes finas, às vezes em bolinhas e pedaços pequenos ou um amontoado de bolinhas – rs, desculpe-me pelos detalhes).

    Em consulta com um médico proctologista (procurei por causa de câncer de intestino na família) fiquei em choque ao escutar que isso, de a endometriose espalhar com a cirurgia, não existe e que na verdade eu deveria é trocar de médico! Este médico ainda falou que a cirurgia é bem complexa e que os médicos acabam não querendo operar através do plano de saúde (comentários que acabei lendo nesse blog - material descartável).

    Já estava certa de que não iria mais operar e que iria conviver com essa dor chata na barriga e agora escuto algo completamente diferente do que foi dito pelo meu ginecologista. Esta é uma situação muito difícil para nós pacientes, pois além da dor, precisamos tomar uma decisão sobre um assunto bem complexo, mas, muitas vezes, o que temos são apenas informações bem controversas. Ai, como é péssimo ser leiga!!

    Vocês podem me ajudar?
    Obrigada!! Abraços

    ResponderExcluir
  181. Olá meu nome é Maria Vitória tenho 23 anos e sofro bastante com colicas não apenas no periodo mestrual. Tenho isso desde os 16 anos, e nunca havia procurado um medico. Mas com o passar do tempo, essas dores pioraram a ponto de não me deixarem estudar nem trabalhar. Fui ao ginecologista e ele realizou uma ultrassom da pelvi e não constatou nada, solicitou o CA125, elee deu normal, mas pelo que lo aqui no blog, esse exame deve ser realizado no 3° dia da mestruação , quando eu realizei eu estava no 13°. Será que isso interferiu no resultado?

    Gostaria de procurar um especialista em endo. não estou gostando desse medico pois ele não me esclarece , não aponta nada como causa do meu problema.

    Eu moro em Tobias Sergipe. Gostaria de saber se voc~es não sabem de algum especialista em Aracaju SE, para que eu marque essa consulta.

    Agredecida pelo blog bastante esclarecedor

    ResponderExcluir
  182. Olá, Viviane! Sei que é frustrante iniciar um tratamento da endometriose e depois começar a sentir dores. Mas, ter feito outro exame foi muito importante! Infelizmente somente a médica pode avaliar o resultado do seu exame de acordo com seu histórico que ela conhece muito bem. Marque uma consulta com ela, diga que é urgente, assim você ficará mais calma e se sentirá segura, ok? Beijosssss

    ResponderExcluir
  183. Para a amiga de 24 anos:
    O cisto endometriótico de ovário é mesmo bem "chatinho". Mesmo depois de operado, ele pode reaparecer, especialmente se você ficou menstruando, ou se a técnica utilizada na cirurgia para retirá-lo não foi tão eficaz. Para saber se vc precisará de nova cirurgia, terá que levar o exame para o médico avaliar. Às vezes, não é necessário, depende muito do tamanho do cisto e de outros fatores. Mas, fique calma, marque uma consulta com seu médico e tire todas as suas dúvidas. Isto é muito importante! Beijosssssss

    ResponderExcluir
  184. Olá, Catita! Realmente, amiga! As portadoras de endometriose não sofrem apenas com as dores e infertilidade, mas também com a falta de experiência e de conhecimento de muitos médicos ginecologistas. O que eu considero uma vergonha! Pois bem. Realmente, o seu caso, parece ser indicação para cirurgia. Na verdade, a cirurgia é a melhor maneira de retirar os focos e nódulos da endometriose e deixar a sua pelve "limpa" e livre de aderências, endometriomas e etc. Ainda não existe um tratamento mais eficaz que a cirurgia. Portanto, a informação de que vc não pode fazer a cirurgia, é errônea. Justamente ao contrário: quando há muito comprometimento da pelve, envolvendo não apenas os órgãos sexuais, mas também outros órgãos, como intestino, bexiga, a melhor solução é a cirurgia, que deverá ser feita por videolaparoscopia (uma cirurgia minimamente invasiva). Agora, certamente esta cirurgia não pode ser realizada por qualquer médico. Precisa ser programada por um ginecologista muito experiente em endometriose que irá montar sua equipe médica para operá-la. É importante que você se consulte com um médico assim, para ficar totalmente segura! Se precisar de sugestões de médicos, entre em contato conosco! Beijossss

    ResponderExcluir
  185. Olá, Maria Vitória! Realmente, o CA125 é um exame que auxilia no diagnóstico da endometriose, mas não é o mais eficaz. Deve ser dosado dentro dos três primeiros dias da menstruação. Entretanto, o exame clínico, com um médico especialista em endometriose, em conjunto com exames específicos de imagem, podem lhe dar uma certeza diagnóstica da endometriose melhor que só a dosagem do CA125. Pois nem sempre o resultado "normal" destes exame, quer dizer que a paciente não tenha endometriose, entendeu? Vamos procurar informações de especialistas em endometriose em seu Estado e passamos aqui para vc! Bjssss

    ResponderExcluir
  186. Boa noite aguardo anciosa por uma indicação de um especialista em meu EStado(Sergipe).

    Esse blog esta me ajudando bastante a compreender essas minhas dores. Como moro no interior cresci ouvindo das pessoas dizendo"qnd vc casar, vc sara" E não é bem assim.

    Olho todos os dias as atualizações de comentários.

    Obrigado por vcs existirem.

    By Maria Vitória

    ResponderExcluir
  187. Olá, parabéns pelo blog, gostaria de uma indicação de especialista em endometriose no interior do estado do RJ (moro em Campos dos Goytacazes), se não for possível, pode ser na cidade do Rio de Janeiro mesmo, ou em Vitória(ES), que são os grandes centros mais próximos. Desde já agradeço, bjs. Rose

    ResponderExcluir
  188. Oi meu nome é Lúcia
    qdo estava grávida do meu filho em 2004 apareceu um pequeno caroço embaix da minha cicatriz da cesárea,e não doia nem incomodava,qdo meu filho nasceu q comecei a menstruar esse caroço cresceu mais um pouco e a cada menstruação dói muito e incomoda,fui a uma médica q me disse se tratar de um endometrioma,mais pesquisando sobre endometriomas nunca vi ninguém c um caso igual ao meu,sempre nas outras mulheres é no ovario,no meu caso é externo embaixo da cesárea e queria saber se a nelhor forma de tratamento é realmente a cirurgia...se puder me ajudar obrigada...

    ResponderExcluir
  189. USEI PILULA DE EMERGENCIA EM UMA RELAÇÃO DESPROTEGIDA NO FINALZINHO DO CICLO DIA 31/09/11 E TENHO POR SORTE CIRURGIA PARA RETIRAR UM CISTO NO OVARIO ESQ. NESTA QUINTA FEIRA COMO SABER SE A PILULA FEZ EFEITO E SE CORRO RISCO NA CIRURGIA.ME AJUDEM SEI QUE FUI IMPRUDENTE MAS TOMEI NO MESMO DIA A DOSE UNICA.ME DEEM UMA LUZ ESTOU MUITO DEPRIMIDA, OBRIGADA

    ResponderExcluir
  190. Eu sou Ivanilda a "amiga de 24 anos" que tinha postado no dia 22 de setembro, passei pra agradecer e desejar força e vitoria a todas as mulheres que sofrem desse mal, abraços

    ResponderExcluir
  191. Para Maria Vitória:
    Pesquisamos alguns médicos em Sergipe para indicar, porém não foi fácil encontrar. Encontramos uma clínica que parece tratar a endometriose, vale a pena conferir:

    http://www.fertilita.com.br/fertilita/interna.wsp?tmp_page=inicial

    Espero que ajude! Bjssss

    ResponderExcluir
  192. Olá, Rose! Seguem algumas indicações de especialistas no Rio de Janeiro, espero que te ajude!

    Dr. Marco Aurélio P. de Oliveira
    Galeria Menescal Portaria 4 Sl.707 - Copacabana.
    Tel:2236-0556

    Av. das Américas 3434, Bl.4 Sl.216 - Barra.
    Tel:3431-3491

    Nova Iguaçu - tel: 2767-8536

    Dr. Claudio Crispi
    Av. das Américas 3434, Bl.4 Sl.216 - Barra.
    Tel:3431-3491

    Dr. Ricardo Bassil Lasmar
    Rua Voluntários da Pátria, 126 - sala 602 - Botafogo.
    Tel.:25372321

    Dr. Pedro Luis Pasqualette
    Rua Inhangá, 22 - Copacapana.
    Tel.:2255-6596

    Dr. Homero Leal de Meirelles Junior
    Rua Paulo Barreto, 60-A - Botafogo.
    Tel: 2295-6996 Fax: 25427243

    ResponderExcluir
  193. Oi, Lúcia! Pelos sintomas, parece mesmo endometriose. Casos como o seu são comuns, especialmente em mulheres que realizaram a cesária. No momento da cesária, células do seu endométrio podem ter "grudado" na região da cicatriz cirúrgica, e seu Sistema Imunológico não as destruiu. Daí se desenvolve a endometriose nesta região (pode ser chamado também de endometrioma ou nódulo) e infelizmente a melhor maneira de tratar é através da videolaparoscopia, que é bem tranquila e que poderá resolver o seu problema! Espero que tudo dê certo! bjssss

    ResponderExcluir
  194. Marcia, creio que vc já deve ter feito a cirurgia. Porém, nestes casos a melhor solução é contar para o médico, antes da cirurgia, sobre o uso da pílula do dia seguinte, e ele avaliará os riscos. Aliás, qualquer medicação que vc tenha tomado antes de fazer qualquer tipo de cirurgia, deve sempre ser informada ao médico e ao anestesista, pois algumas medicações podem interferir e causar problemas durante a cirurgia, ok? Bjssss

    ResponderExcluir
  195. carol,
    Olha tenho certa duvido, eu sinto muita dor pélvica. As vezes quando tenha relação com meu marido sinto como se tivesse algo dentro de mim,devido a essa situação um dia desse, peqguei um espelho e olhei dentro daminha vagina e tenho como se fosse um monte mini cisto dentro da minha vagina, dentro do útero no caso, fiquei muito curiosa acabei penetrando o dedo dentro do meu útero e eu senti como se fosse um monte de carocinhos tudo junto, estou muito preocupada,mas também com muito medo de ir ao medico,por favor me oriente o que pode ser.obrigada

    ResponderExcluir
  196. Olá boa tarde tenho 19anos fiz a transvaginal e deu imagem hipoecoica no óvario direito. considerar a possibilidade diagnóstica de endometrioma.e o folículo medindo 2.6cm.Estou muito nervosa e preocupada,pois meu sonho é ser mãe.. Será q vou poder engravidar? E como vou poder fazer o tratamento nesses tipos de casos o unico meio é a cirurgia? Por favor me diga ñ aguento mais de tanta preocupação e medo.Bjos!
    Carla-Ba

    ResponderExcluir
  197. Olá tudo bem com vcs ??? Gostei muito do blog . Fiz uma ressonancia e descobri a endometriose nos meus dois ovarios . Ja tenho uma filha , mais em um futuro gostaria de ter mais um . Estou com uma medica nova , muito boa , etou gostndo muito dela , mas gostaria de saber se vcs conhecem alguem aqui no RJ , para me indicar !!!! Prq ainda tenho algumas duvidas !!! Bjos e obrigada !!!

    ResponderExcluir
  198. Bom dia! Fiz um ultra-sonografia pelvica e deu 1 nódulo intra mural post.esq de 12x11x15 mm, e um cisto de parede grossa conteudo anecóico, 24x36x28mm. conclusão: Nódulo em útero, cisto em OE.Gostaria de saber qual é o tratamento? Se tem que ser cirurgia ou remedio? Pois vou demorar para retornar ao medico. Muito obrigada. E Parabéns pelo Blog. Bjs...Rose

    ResponderExcluir
  199. Olá.
    Parabéns pelo trabalho que desenvolvem, dando apoio quando precisamos de calma e orientação. Estou em um processo de diagnóstico e tenho certeza de que tudo dará certo. Abraços a todas.

    ResponderExcluir
  200. Eu tive que tirar o últero e as trompas tirei td,mas não consigo aceitar isso,existe alguma chance de eu engravidar um dia??existe algum tratamento que eu possa fazer?? por favor me ajuda!!!

    ResponderExcluir